Postagem em destaque

Luciana Gimenez chama atenção com foto provocante

Ousada que só ela, a apresentadora Luciana Gimenez esbanjou sensualidade em um registro compartilhado nas redes sociais. Aos 47 anos de id...

pague seguro

Logotipos de meios de pagamento do PagSeguro

terça-feira, janeiro 22, 2019

Se vivo fosse Leonel Brizola faria hoje 97 anos.

Em 1982 Brizola pula uma fogueira feita com arma de brinquedo que seu governo trocou por livros, no Rio de Janeiro.
Atualizado 15:47 - 22/01/2019

l
Foto Aguinaldo Ramos/ Jornal do Brasil




Bolsonaro defende preservação ambiental e desenvolvimento econômico

Ele discursou na abertura do Fórum Econômico Mundial


O presidente Jair Bolsonaro fez hoje (22) sua estreia internacional, ao discursar por 6 minutos e 36 segundos na abertura do Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça. Ele reiterou que o Brasil vive um novo momento sem nortear suas escolhas em viés ideológico, com respeito a valores e em defesa da abertura do mercado econômico. “Temos o compromisso de mudar a nossa história.”

Por Agência Brasil Brasília

 Arnd Wiegmann/Reuters/Direitos reservados

No discurso, o presidente destacou a importância de o mundo acreditar no Brasil. Ele não mencionou reformas, mas afirmou que vai reduzir tributos no país. Bolsonaro reiterou a determinação de avançar economicamente.

Ele defendeu a reforma da Organização Mundial do Comércio (OMC), sem entrar em detalhes, mas destacando a necessidade de aumentar as trocas internacionaios. Acrescentou que o esforço do governo federal será para colocar o Brasil entre os 50 melhores países para fazer negócios.

O presidente reiterou que vai se empenhar para reduzir a pobreza e a miséria no Brasil por meio da educação. Segundo ele, outro esforço é para combater a corrupção e aumentar a segurança pública. Bolsonaro convidou os presentes para que visitem o Brasil. “Estamos de braços abertos”, disse. “Quero um mundo de paz, democracia e liberdade.”

Ele reafirmou sua determinação de manter a harmonia entre o desenvolvimento econômico e a preservação do meio ambiente e a biodiversidade. “Nossa missão é avançar na compatibilização da preservação” e do “desenvolvimento”. “Queremos que o mundo restabeleça a confiança em nós.”

O presidente lembrou como foi sua campanha eleitoral, gastando pouco, com tempo reduzido de televisão e “sendo atacado”. Destacou que "montou uma equipe” sem ingerências político-partidárias. No discurso, citou os nomes dos ministros Sergio Moro (Justiça), Paulo Guedes (Economia) e 

segunda-feira, janeiro 21, 2019

Paysandu defende tabu contra o Leão azul santareno dentro da Curuzu

Papão não sabe o que é uma derrota em seu estádio no Parazá há quase quatro anos.

  (Foto: Diego Beckman/DOL)


O Paysandu estreia no Campeonato Paraense na próxima quarta-feira (23), diante do São Francisco de Santarém. No estádio da Curuzu, o Lobo vai defender um 'tabu' que dura quase quatro temporadas.

Desde 2015, o Paysandu não sabe o que é ser derrotado dentro do estádio Leônidas Castro em jogos válidos pelo Campeonato Paraense. De lá para cá, o Papão venceu 11 jogos e empatou três, em um total de 14 jogos de invencibilidade.

A última derrota bicolor em seu estádio ocorreu no dia 8 de Abril de 2015, quando o Parauapebas venceu a equipe alviceleste por 3 a 1, em jogo válido pela 1ª fase do returno da competição.



Neste período, o Paysandu conquistou dois títulos estaduais, mas jogando algumas partidas no estádio Mangueirão, como semifinais e finais de turno, além dos clássicos diante do Remo.

O mesmo rival da estreia já sofreu dentro da Curuzu, pois o Papão venceu os santarenos em alguns jogos disputados nos últimos anos, como a goleada de 9 a 0 em 2015 e 3 a 0, em 2017.

(DOL)




Chega a R$ 7 mi movimentação atípica em conta de ex-assessor de Flávio Bolsonaro

O valor total de movimentações financeiras consideradas atípicas pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) em uma das contas do ex-assessor do senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), Fabrício Queiroz, pode chegar a R$ 7 milhões em três anos, informou o jornal O Globo neste domingo (20). Flávio Bolsonaro é filho do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Reuters São Paulo (SP)

Foto: Agência Brasil

Conforme a publicação, o Coaf notou que, além do R$ 1,2 milhão movimentados entre 2016 e 2017, algo revelado em dezembro, houve também transações de R$ 5,8 milhões nos dois exercícios anteriores, totalizando, portanto, R$ 7 milhões. À época, Queiroz trabalhava no gabinete do então deputado estadual do Rio de Janeiro, Flávio Bolsonaro.
Publicidade

Michelle Bolsonaro confirma indicação de amiga

A primeira-dama Michelle Bolsonaro confirmou, em entrevista a Record TV, exibida neste domingo (20), a indicação de Priscila Gaspar, uma amiga sua, para o comando da Secretaria Especial dos Direitos das Pessoas com Deficiência, subordinada ao Ministério dos Direitos Humanos. Surda e ativista, Priscila atuou na campanha de Bolsonaro em 2018.

 


 Michelle confirmou a indicação da amiga Priscila Gaspar (Foto: Divulgação/Record TV)

sexta-feira, janeiro 18, 2019

Mourão quer Collor na Presidencia do Senado


Jair Bolsonaro repassa a Rodrigo Maia o bilhete na última sexta-feira (11). (Fátima Meira/Futura Press)

O PRTB, partido do vice-presidente, general Hamilton Mourão, tem se movimentado nos bastidores da eleição da presidência do Senado em prol da candidatura de Fernando Collor (PROS-AL), segundo divulgou o jornal Estado de São Paulo.

Ao menos cinco senadores, procurados pelo jornal Estado de São Paulo, relataram ter recebido telefonemas do brigadeiro Átila Maia, filiado ao PRTB, pedindo votos para o senador alagoano, em nome de Mourão. O vice, no entanto, repudiou a ação e disse que Átila “não pertence à sua equipe”, segundo o jornal.

Na última sexta-feira (11), o presidente Jair Bolsonaro (PSL) escreveu e repassou um bilhete ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), perguntando sobre Collor, em uma uma cerimônia de posse de novos procuradores encontro, na sede da Procuradoria Geral da República.

Fotógrafos registraram imagens do bilhete na mão do presidente, no qual é possível ler “Collor é …dato?”, com parte da frase escondida sob o dedo de Bolsonaro. Ao jornal O Estado de São Paulo, Mourão disse não fazer “militância”. Já o presidente do PRTB, Levy Fidelix, não retornou às ligações e Átila Maia não foi localizado pelo jornal. A eleição da presidência do Senado está marcada para o dia 1º de fevereiro.

Fux fraquejou e suspendeu investigação contra Queiroz



 Fux suspende investigações sobre Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flavio Bolsonaro

 O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, suspendeu, nesta quarta-feira (16/1), as investigações em andamento no Ministério Público do Rio de Janeiro sobre movimentações financeiras suspeitas de Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador eleito Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), que foram identificadas pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

A decisão liminar, em sigilo de Justiça, se baseou em uma reclamação impetrada por Flávio Bolsonaro na corte no mesmo dia. Em nota, o MP-RJ, afirma que o ministro determinou que a apuração seja suspensa até que o relator da ação, ministro Marco Aurélio, se pronuncie sobre a continuidade dela, após o recesso do Judiciário, a partir de 1º de fevereiro.

Fux afirmou ainda que, como Flavio Bolsonaro é senador, tem prerrogativa de foro perante o STF.

Denúncia

No começo de dezembro, Queiroz foi apontado em relatório do Coaf como tendo movimentado em um ano R$ 1,3 milhão, valor considerado incompatível com sua renda. Já no fim de dezembro, Queiroz afirmou, em uma entrevista ao SBT, que a movimentação atípica de dinheiro é de comércio de carros.

“Eu faço dinheiro, compro, revendo, sempre fui assim, gosto muito de comprar carro de seguradora. Essa movimentação financeira veio de revenda de carros”, disse.

( Com informações Conjur )

Vídeo de adolescentes punidos por 'tribunal de crime' choca paraenses

A cena é aterrorizante. Dois adolescentes em uma região de mata sendo brutalmente espancados, até ficarem inconscientes. O vídeo, que tem circulou terça-feira (27) principalmente no Whatsapp, é mais uma demonstração das atividades de um suposto "tribunal do crime" em Mosqueiro.

(Foto: Reprodução)

Sentados com as mãos amarradas, os jovens, que dizem morar no Marahu, são obrigados pelos criminosos da facção a falar os motivos pelos quais estariam sendo punidos: uma tentativa de assalto a uma van de transporte alternativo.

quinta-feira, janeiro 17, 2019

Sofrimento - Desabrigados já cogitam voltar a construir em Educandos

Um mês após a tragédia, ainda há famílias morando em abrigo e sem receber o auxílio aluguel, que não cobre 100% os preços cobrados pelos locadores

Enquanto as famílias que, por pouco, não tiveram suas casas totalmente destruídas pelo incêndio no bairro Educados, na Zona Sul de Manaus, em dezembro de 2018, tentam voltar a rotina, embora ainda não tenham concluído as obras de emergência que tiveram que fazer, aquelas que perderam tudo continuam praticamente sem nada. Algumas seguem em abrigos, outras moram de aluguel, tendo que completar o valor pago ao locador, visto que o auxílio dado pela prefeitura não é suficiente. Diante isso, a vontade que elas têm é a de poder retornar e reconstruir suas moradias, devastadas pelo fogo há exatamente um mês.

“Se liberasse o lugar, eu ia construir minha casa. Tenho um amigo que trabalha com construção e ele já disse que me ajuda. Não ia esperar pelo governo ou prefeitura. Não ia mesmo”, afirmou o técnico em eletrônica de alto-falantes Valdeci Ferreira de Souza, 57. Ele integra uma das cercas de 735 famílias, de acordo com dados da prefeitura, vítimas do incêndio, que foi considerado um dos maiores do Amazonas.

Prefeitura só limpará a área após conclusão da perícia no local, que nem foi interditado. (Foto: Márcio Silva)

quarta-feira, janeiro 16, 2019

Bolsonaro fala em enxugar Mercosul


Macri chama Maduro de ditador e Bolsonaro fala em enxugar Mercosul

O encontro entre Jair Bolsonaro e o presidente argentino Maurício Macri no final da manhã desta quarta-feira no Palácio do Planalto foi de convergências entre os dois presidentes, um de extrema-direita, o brasileiro e outro de direita, o argentino -ambos representantes dos interesses dos Estados Unidos em seus países e na região; de maneira orquestrada, coube a Macri bater duro no presidente venezuelano, Nicolas Maduro, a quem chamou de "ditador", enquanto a Bolsonaro cumpriu defender um enxugamento do Mercosul


O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira que a cooperação com a Argentina na questão da Venezuela é o exemplo mais claro de convergência de posições e identidades de valores entre os dois países.

Em declaração no Palácio do Planalto por ocasião de visita do presidente da Argentina, Maurício Macri, Bolsonaro disse ainda que ambos concordaram a respeito da importância do aperfeiçoamento do Mercosul e de se propor uma nova agenda de trabalho para o bloco.

“O Mercosul precisa valorizar sua tradição original de redução de barreiras”, disse ele ao lado de Macri, ao defender que o propósito é que o bloco seja enxuto e tenha relevância.

Macri, em pronunciamento após a fala de Bolsonaro, disse que a parceria estratégica entre Brasil e Argentina se fortaleceu com a chegada ao poder do novo presidente brasileiro, e criticou o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, a quem chamou de “ditador”.


Com informações  Reuters e 247

terça-feira, janeiro 15, 2019

Celpa inicia “Operação Interpraias”

A“Operação Interpraias”  vai reforçar a qualidade do serviço de energia que chega às comunidades Carapanari, São Pedro, Tapari, Pajuçara e Ponta de Pedras. 


No cronograma consta uma série de serviços considerados essenciais e que foram apontados a partir de um levantamento feito na primeira etapa da Operação. Entre eles, retirada de vegetação, que colocam em risco a rede elétrica e a substituição de postes, já que a maioria existente no trecho ainda é de madeira.



segunda-feira, janeiro 14, 2019

Santarém- Praça Fortaleza do Tapajós um destino turístico

Uma das paisagens mais famosas da Pérola do Tapajós – o encontro dos Rios Tapajós e Amazonas – pode ser avistada de pontos diferentes da área urbana do Município de Santarém. A melhor maneira de apreciar o encontro dos rios é subindo até a Praça da Fortaleza do Tapajós, localizada no Centro.

 Antes o local era chamado de Praça do Mirante, justamente pela vista privilegiada que proporciona aos frequentadores. Mas em 2018 a praça foi revitalizada e passou a se chamar Praça Fortaleza do Tapajós. A mudança realizada pela Prefeitura de Santarém atendeu a uma solicitação do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós para valorizar ainda mais o espaço que simboliza momentos importantes da história da cidade. Santarém comemora em 2019 seu aniversário de 358 anos.

PM é abatido dentro de casa na grande Belém



(Foto: Wagner Almeida)
Durante a noite deste domingo (13), por volta da 00h30, um homem foi morto a tiros na travessa Curuzu entre avenida Pedro Miranda e rua Antônio Everdosa, no bairro da Pedreira, em Belém.

A vítima foi identificada como Sub Oficial da reserva PM, Ivo Afonso Souza da Silva, de 55 anos.

Ele estava no pátio de sua residência quando um homem saiu de um carro, de modelo Prisma prateado e efetuou vários disparos de arma de fogo.

O PM chegou a ser socorrido por familiares e encaminhado para Pronto Socorro da 14 de março, no bairro do Umarizal, mas não resistiu aos ferimentos.

O veículo usado no crime foi abandonado na Avenida Marques de Herval.

A Policía Militar do 1° batalhão estão intensificando o policiamento na área. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios da polícia civil.

(Com informações de Wagner Almeida/ Diário do Pará)





sábado, janeiro 12, 2019

CPC informa que morte de professor foi infarto

De acordo com o CPC após o exame de necropsia, ao qual foi submetido o cadáver do professor Pedro Costa a morte foi de causas naturais.

O professor trabalhava em Belterra, seu corpo foi encontrado em casa no bairro Amparo, na sexta-feira (11), em Santarém, no oeste do Pará.
 
  Foto: Redes Sociais
 
Polícia esteve no local e observou que o cadáver não apresentava marcas de violência. Pedro Pereira Costa, de 55 anos, era professor da rede pública em Belterra.

O gerente regional do CPC, Elves Leite confirmou que o resultado do exame realizado pelo médico plantonista apontou que o professor teve morte natural, causada por infarto.

sexta-feira, janeiro 11, 2019

Delegado é encontrado morto a facadas



(Foto: DOL)

Desaparecido desde a última segunda-feira (7), o delegado de polícia aposentado Paulo Della Rosa, 55 anos, foi encontrado morto, nessa quinta-feira (10), na Ilha Porchat, em São Vicente, no litoral de São Paulo. O corpo da vítima apresentava várias perfurações de faca na barriga, informou a Polícia Civil nesta sexta-feira (11). A motivação do crime está sendo investigada.

Della Rosa teria saído para um encontro com um amigo, em Bertioga, no dia em que sumiu. A esposa dele chegou a telefonar para o colega, mas descobriu que o jantar aconteceria em outra data. O delegado saiu de casa, de acordo com familiares, sem celular e documentos, levando apenas a pistola.

Três bilhetes de despedida foram encontrados na casa do casal. A polícia não descartou a hipótese de que ele havia se suicidado, até o corpo ser achado com golpes de faca. Agora, a corporação trabalha com outras possibilidades. "Os policiais permanecem realizando diligências para obter novas informações", informou a corporação, por meio de nota à imprensa.

(Com informações do portal Notícias ao Minuto)

Flash