Postagem em destaque

Você acredita que a conta de luz vai ficar mais barata com a venda da Eletrobras

O ministro de Minas e Energia, Fernando Bezerra Coelho Filho, afirmou que a conta de luz deverá ficar mais barata a médio prazo com a pri...

pague seguro

Logotipos de meios de pagamento do PagSeguro

Grupo do Blog

sexta-feira, dezembro 23, 2016

Saúde será prioridade nos 100 primeiros dias do governo Nélio

Preste a assumir o comando da cidade de Santarém, o Prefeito eleito Nélio Aguiar, promete ações emergenciais para o município e cita o cais de arrimo que desabou no (19) após uma forte chuva, fala também sobre o mutirão da limpeza em toda acidade, veja a entrevista completa que foi concedida ao Jornal o Impacto abaixo.



Nélio: “Vou combater má conduta e desvio de recursos


O prefeito eleito de Santarém, médico Nélio Aguiar (DEM), concedeu entrevista exclusiva à nossa reportagem, onde fala de sua diplomação ao cargo de Prefeito, assim como do vice José Maria Tapajós e dos 21 vereadores eleitos. Ele também fala sobre o anúncio de seu secretariado e os motivos que o levaram a escolher esses nomes; bem como se pronuncia sobre as primeiras medidas que irá tomar assim que assumir a Prefeitura e outros assuntos. Veja a entrevista na íntegra:

Jornal O Impacto: Sua diplomação, do vice José Maria Tapajós e dos 21 vereadores eleitos aconteceu no último dia 15, na Câmara Municipal de Santarém. Todos que compareceram à cerimônia estranharam a ausência do prefeito Alexandre Von. Será que na posse, no dia 1º de janeiro, ele vai aparecer?

Nélio Aguiar: Na cerimônia de diplomação o Prefeito Alexandre Von mandou um representante, por algum motivo pessoal não pôde comparecer. Eu creio que ele não tem nenhum motivo para não se fazer presente nesse momento histórico, nós estamos vivendo em uma democracia, já acabou o processo eleitoral. Precisamos ter essa harmonia nesse momento de transição, de passagem de Governo. Acho importante a presença dele, e creio que ele não fará de outra forma, comparecerá na cerimônia de posse e cumprirá com o seu papel institucional de fazer a passagem do cargo.

Jornal O Impacto: O anúncio do seu secretariado deixou muita gente descontente?

Nélio Aguiar: Nós temos acompanhado a repercussão do anúncio do secretariado e temos percebido uma boa aceitação da opinião pública, falando muito bem, até porque temos nomes técnicos, pessoas que entendem das pastas. Nós montamos uma equipe bastante jovem, esperamos muito dinamismo dessa equipe. São pessoas que estão em plena ascensão profissional e estamos dando oportunidade para essas pessoas para se firmarem ainda mais e mostrar serviço para a população. É um desafio que estou lançando para todos os secretários, que eles possam trabalhar com afinco, responsabilidade, com seriedade e dar uma resposta à população, que tanto espera do nosso governo e tem muita esperança em realizar aquilo que expomos durante o nosso processo eleitoral e está escrito em nosso plano de governo. Em relação à nossa aliança partidária foi tudo muito tranquilo, não há crise, sabemos que muitos pleiteiam uma posição no secretariado, mas o primeiro escalão foi reduzido, principalmente agora depois da reforma administrativa onde houve a redução de 13 para 11 secretarias. O critério utilizado não foi pessoal, levamos em consideração a questão da confiança, a formação técnica, perfil para a pasta, tudo muito ligado ao próprio Prefeito. Escutamos a todos, aceitamos as sugestões, mas quem nomeia mesmo e detém a decisão final de selecionar um membro para a equipe, é o Prefeito.

Jornal O Impacto: Você está optando por um secretariado jovem, sem vícios?

Nélio Aguiar: Nossa equipe está bastante jovem. O País passa por um processo de renovação, a população votou em nossa chapa pela mudança, então, temos de começar a fazer mudança nas velhas práticas da Política. Nós estamos optando por pessoas que não têm nenhum vício político, pessoas jovens que queiram realmente trabalhar e possam fazer algo por Santarém. Temos dois principais caminhos na vida política, o primeiro, que é o caminho de se dar bem e o segundo que é fazer o bem. Nossa opção, desde o começo, foi o caminho de fazer o bem, de fazer algo pela nossa população, nossa cidade, nosso Estado. Essa é a nossa opção!

Jornal O Impacto: Quais as medidas que serão tomadas assim que assumir o Poder Executivo?

Nélio Aguiar: Das principais medidas para o início do governo, a prioridade número um é relacionada à saúde, onde estaremos reabastecendo o HMS, adquirindo uma grande quantidade de medicamentos para garantir um bom atendimento à população. Vamos articular com a equipe médica para ajudar a fazer os mutirões de cirurgias, temos muitas pessoas na fila de espera. Têm também ações que faremos nos bairros envolvendo vários membros de infraestrutura para que possamos fazer um grande trabalho de limpeza urbana. Queremos uma cidade limpa para acabar com focos do Aedes Aegypti, pois se não temos o mosquito, não teremos a doença. Faremos esse trabalho preventivo desde o começo.

Jornal O Impacto: É verdade que a Prefeitura vai solicitar do MPE a cessão dos prédios do Theatro Victória e da sede da 15 de Agosto para uso de secretarias e assim diminuir os gastos do Município com aluguéis de imóveis?

Nélio Aguiar: O município de Santarém passa hoje por uma crise que é nacional e nós temos de fazer uma gestão enxuta, buscando austeridade, a aplicação correta dos recursos públicos, combater qualquer indício de má conduta, qualquer desvio de recursos públicos e também buscar a eficiência da gestão, reduzindo desperdícios. Uma das medidas que estaremos fazendo em relação a isso é reduzir as despesas relacionadas a aluguéis de imóveis e veículos. Entregaremos alguns imóveis e também chamaremos alguns proprietários para renegociar os contratos, a fim de buscar valores de mercado. Nós solicitamos esse prédio, ele é do Município, mas é uma seção ao MP, que realizou um grande investimento ali. Como o MP está agora com uma excelente sede, nós manifestamos interesse em solicitar a devolução do Theatro Victória ao Município de Santarém. Fomos além e solicitamos a devolução do prédio da sede antiga do MP, justamente com a finalidade de poder ocupá-lo com secretarias. O Município terá uma redução substancial nas despesas com aluguel de imóveis.

Jornal O Impacto: Um problema que vai ficar pior é o cais de arrimo da cidade, que esta semana teve uma parte que desmoronou, bem como a ampliação que começou no governo Von e não foi concluída. Agora, com a enchente dos rios Tapajós e Amazonas, isso pode se agravar e colocar em risco a vida de muitas pessoas. Existe um plano de emergência para amenizar esse grave problema?

Nélio Aguiar: A questão do Cais de arrimo não é de hoje. Percebe-se que ele está bastante danificado. A sua estrutura já está bastante comprometida, é uma situação de risco. Queremos um laudo da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros para avaliar realmente o risco de desabamento, desmoronamento, algo que possa romper esse cais de arrimo e de repente numa enchente o rio possa invadir nossa cidade, e causar algum transtorno ou catástrofe. Caso constatado este risco, nós vamos pleitear junto ao Ministério da Integração Nacional para que possa fazer uma obra de contenção, de forma emergencial.

Jornal O Impacto: No seu governo, os pacientes que vierem de outros municípios, deverão seguir direto para o Hospital Regional, para desafogar o Hospital Municipal?

Nélio Aguiar: Estamos apresentando uma nova proposta para aquilo que nós chamamos de regulação, os procedimento em relação à transferência de pacientes de outros municípios, ou até mesmo de Santarém, para o Hospital Regional. Nós temos o entendimento de pacientes em situação de emergência, é claro que eles serão encaminhados para o Hospital Municipal seja de qualquer Município, nós não temos como deixar de atender a emergência. O que nós estamos colocando é que seja pensado, ou seja, que efetive-se a proposta de estarmos defendendo junto a SESPA e ao Hospital Regional, aqueles casos de cirurgias eletivas. Paciente tem uma fratura, mas não é fratura exposta e precisa fazer cirurgia, e somente onde faz essa cirurgia é no Regional. Ora, por que encaminhar o paciente para o Hospital Municipal? Nossa defesa, como diz a regra do SUS, é que esses pacientes têm que aguardar no Hospital de seu próprio Município. Faz-se o pedido de leito para o Regional, e assim que for liberado o leito, o paciente se desloca do seu Município, indo diretamente para o Hospital Regional.

Jornal O Impacto: Sua mensagem de Natal e fim de ano para os santarenos.

Nélio Aguiar: O Natal é um tempo em que celebramos o amor, a fraternidade e a fé em um Deus que renasce em cada ano que chega ao fim. É Ele que nos dá força e renova nossos corações para um novo ano que está para nascer mais próspero e feliz. Desejo que o Menino Jesus ilumine os nossos caminhos e encha nossos lares com o mais puro sentimento de solidariedade e esperança. Que Ele seja instrumento de coragem para que juntos possamos construir uma cidade mais humana, fraterna e com justiça social. Feliz Natal a todos os santarenos!

Por: Jefferson Miranda


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo
que você achou?
Meta o dedo
Deixe seu comentário

Flash