Grupo do Blog

quarta-feira, janeiro 08, 2014

Voa minha liberdade jessé

Voa, voa minha liberdade
Entra, se eu servir como morada
Deixa, eu voar na sua altura
Agarrado na cintura
Da eterna namorada

Voa, feito um sonho desvairado
Desses que a gente sonha acordado
Vôa coração esvoaçante
Feito um pássaro gigante
Contra os ventos do pecado

Voa nas manhãs ensolaradas
Entra, faz verdade essa ilusão

Voa no estalo do meu grito
Quero ver teu infinito
Neste azul sem dimensão
Vôa...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo
que você achou?
Meta o dedo
Deixe seu comentário

Flash