Grupo do Blog

segunda-feira, agosto 08, 2016

“Ministério Público está administrando Santarém”

Vereadora Ana Elvira fala sobre ações do MPE em Santarém
Ana Elvira: “Ministério Público está administrando Santarém”
Vereadora apóia ação do MPE na cidade, que deveria ser feita pela Prefeitura



Muito se tem falado sobre atuação do Ministério Público Estadual no município de Santarém. Suas ações jurídico-institucionais nem sempre agradam a população, muito menos a gestão municipal com seu secretariado. Podemos citar algumas ações estão sendo impostas pelo MPE, como a limite de estacionamento de veículos no trecho urbano da Rodovia Cuiabá, nova licitação para proprietários de boxes nos mercados Municipal e Modelo e, mais recentemente o fechamento dos contornos das Avenidas Mendonça Furtado e Presidente Vargas. Fatos estes que eram para ser gerenciados pela Prefeitura, mas devido não ter ação do Legislativo, o MPE resolveu tomar à frente dessas ações e está obrigando a Prefeitura a realizar esses serviços. Caso, não sejam feitos, o Executivo será alvo de muitas.

Porém, existem pessoas que tem se mostrado favoráveis, como é o caso da advogada e Vereadora do PT Ana Elvira Alho, que tem aplaudido pelo menos boa parte dessas ações do MP no Município, conforme declarou ao jornal O Impacto. “Eu entendo que o Ministério Público é necessário, porque o poder público (Prefeitura) deixa de realizar serviços de extrema necessidade à população, que são de sua responsabilidade. Então, a população aciona o Ministério Público, à maneira com que pode contar com o serviço público”, disse Ana Elvira.

Na opinião da Vereadora e advogada, “existem casos em que o poder público se omite, mesmo tendo competência para tal. Recentemente foi retirada a Central de ar do Centro de Convivência do Idoso, eu pedi para o poder público municipal repor o equipamento, não obtive êxito. Comuniquei o fato ao Ministério Público, que repetiu o mesmo pedido que eu, e nova central de ar, segundo a secretária me comunicou, já foi comprada e será instalada”, citou Ana Elvira. “Esta é uma forma que nós santarenos buscamos para resolver um problema que infelizmente o poder público municipal não resolve”, disse ela.

Conforme a Vereadora petista, o poder público estaria fazendo um papel que seria da Prefeitura, mas que por sua vez nada resolve. “Mesmo porque a Lei garante esse direito ao cidadão. O Ministério Público jamais fará qualquer procedimento fora da lei. São promotores pagos com o dinheiro da população, do povo, então, cumprem a missão mister, que é resguardar o direito do cidadão. A Prefeitura se omite, o Ministério Público, então, é obrigado a agir”, sentenciou Ana Elvira Alho.

Por: Carlos Cruz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo
que você achou?
Meta o dedo
Deixe seu comentário

Flash