Postagem em destaque

Você acredita que a conta de luz vai ficar mais barata com a venda da Eletrobras

O ministro de Minas e Energia, Fernando Bezerra Coelho Filho, afirmou que a conta de luz deverá ficar mais barata a médio prazo com a pri...

pague seguro

Logotipos de meios de pagamento do PagSeguro

Grupo do Blog

quinta-feira, julho 14, 2016

Acadêmicos pedem a saída de Raimunda Monteiro da reitoria da Ufopa.


Acadêmicos e professores se uniram e pedem saída de Raimunda Monteiro da reitoria da Ufopa .
Revoltados com a falta de diálogo por parte da reitoria da Ufopa com relação aos critérios adotados pela Administração Superior para distribuição dos laboratórios a serem instalados no espaço do galpão do Campus Tapajós, professores e alunos do Instituto de Ciências e Tecnologia das Águas (ICTA), realizaram na manhã de quarta-feira, 13, uma manifestação em frente ao Campus Tapajós da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa). Na ocasião eles pediram a saída de Raimunda Monteira da reitoria da Ufopa.
Portando faixas, cartazes e apitos os manifestantes cobraram junto à reitoria o laboratório do ICTA. Por meio de um cartaz, os estudantes emitiram a seguinte mensagem à reitoria da Ufopa: “Fora reitoria. Cadê a gestão participativa? Quero laboratórios. ICTA!”

Em nota, os manifestantes disseram que o movimento ocorreu a pedido do professor Marlisson Feitosa, diretor em exercício do ICTA, e em conformidade com acordado pelo Conselho da unidade acadêmica, durante assembleia realizada no dia 05 de julho deste ano. Participaram do protesto docentes, discentes e técnicos do ICTA.


Durante o protesto, um grupo formado por seis representantes do ICTA foi recebido pela reitoria, onde se reuniram para dialogar sobre as medidas adotadas pela universidade. “A gente tenta falar com a reitora e ele nunca está disponível. A gente faz o protesto, mas meio que não sai do lugar. Resolvemos nos manifestar de novo para ver se resolvem alguma coisa”, ressaltou o acadêmico Leandro Costa.

Durante a manifestação, um estudante da Ufopa quase foi atropelado por um motorista da instituição. O estudante se agarrou na porta do carro e o motorista não parou e seguiu trafegando. Só parou porque os outros estudantes foram pra cima e quase a ação vira em briga.

REITORIA DA UFOPA SE MANIFESTA: Em nota encaminhada à nossa redação, a reitoria da Ufopa, através do reior em exercício Clodoaldo dos Santos, esclarece sobre a situação. Veja a nota na íntegra:

“A Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) esclarece que na manhã desta quarta feira, 13/7/2016, o reitor em exercício, Clodoaldo dos Santos, recebeu uma comissão formada por professores e alunos do Instituto de Ciências e Tecnologia das Águas (ICTA) que se manifestaram em frente ao prédio da reitoria pedindo revisão dos critérios de alocação de espaços de laboratórios no Bloco Modular e no Pavilhão de Laboratórios, na Unidade Tapajós.

A Administração Superior reconhece a legitimidade de qualquer manifestação que vise à melhoria da Instituição, mas esclarece que todas as decisões a respeito de alocação de laboratórios na Universidade estão sendo negociadas e definidas em diversas reuniões realizadas com as Unidades Acadêmicas envolvidas diretamente: ICTA, Instituto de Biodiversidade e Floresta (Ibef), Instituto de Engenharia e Geociências (IEG) e Instituto de Saúde Coletiva (Isco).

Em reunião realizada no dia 27 de junho de 2016, da qual participaram integrantes da reitoria e dos Institutos da Ufopa, foi definida a utilização dos espaços no Bloco Modular, em construção na Unidade Tapajós e com previsão de entrega para agosto e ocupação completa até novembro de 2016. Além da conclusão do Bloco Modular, a Ufopa está providenciando – de forma emergencial – a construção de um pavilhão com 24 laboratórios nas imediações da Unidade Tapajós. Esse pavilhão deve ser concluído até dezembro de 2017.

Durante a reunião de quarta, ficou definido que:

A direção do ICTA e a comissão formada por professores e alunos do Instituto irão elaborar uma proposta para enviar à reitoria sobre a permanência dos 6 (seis) laboratórios já vinculados ao ICTA, na Unidade Amazônia, até a conclusão do prédio definitivo do Instituto, que será localizado no Bloco Modular, na Unidade Tapajós. Neste ponto, a Administração Superior analisará a viabilidade da proposta e a utilização dos espaços.
Além dessa proposta, mantém-se a instalação de 8 (oito) novos laboratórios para o ICTA no Bloco Modular, bem como a instalação de 6 (seis) novos espaços para o Instituto no Pavilhão de Laboratórios.

Sobre o comportamento do motorista

Sobre a imprudência realizada pelo motorista que conduzia o ônibus intercampus da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), na manhã desta quarta-feira, 13, às proximidades da Unidade Tapajós, a Instituição lamenta o ocorrido e reprova a atitude do condutor. A Universidade solicitou, junto à empresa terceirizada, a imediata substituição do motorista.

A Instituição também esclarece que não aprova o comportamento do aluno que se pendurou no coletivo em movimento. A Ufopa recepciona as manifestações como legítimas, mas reprova qualquer ação irresponsável que comprometa a segurança de todos, inclusive dos manifestantes, e que possa causar danos ao bem público. A nota é assinada por Clodoaldo Alcino Andrade dos Santos,Reitor em Exercício.

Por: Manoel Cardosoa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo
que você achou?
Meta o dedo
Deixe seu comentário

Flash