Grupo do Blog

sábado, julho 16, 2016

Acabou o impeachment.

O arquivamento, por parte do procurador da República Ivan Cláudio Marx, da investigação criminal sobre as pedaladas fiscais, um dos dois argumentos que embasam o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff, "mata o impeachment, na questão das pedaladas, se o parecer for aceito no Judiciário", afirma o jurista Pedro Serrano; o fato de o julgamento do impeachment ser político, na opinião de Serrano, não pode ser justificativa para que a decisão no Congresso ultrapasse um limite demarcado pelo que ele chama de "um mínimo de juridicidade"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo
que você achou?
Meta o dedo
Deixe seu comentário

Flash