Grupo do Blog

domingo, abril 24, 2016

Jovem de 17 anos morre atingido por tiro na cabeça.

O jovem foi atingido com um tiro na cabeça e foi levado pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) para Hospital Pronto-Socorro (HPS) 28 de Agosto. Denilson Nogueira não resistiu aos ferimentos e morreu logo depois chegar à unidade hospitalar. A informação é do G1 Amazonas.


Denilson Nogueira tinha 17 anos
(Foto: Reprodução/Arquivo pessoal)
Adolescente é assassinado durante disputa de pênaltis em Manaus
Jovem foi agredido e atingido com tiro de arma de fogo na cabeça.
Motivação e autoria do crime ainda são desconhecidas para polícia.

Um adolescente de 17 anos morreu após ser atingido com tiro de arma de fogo na cabeça, na madrugada deste domingo (24). O crime ocorreu em um trecho da Avenida das Torres, situado entres as zonas Centro-Sul e Norte de Manaus. Denilson Nogueira de Oliveira participava de uma disputa de pênaltis em um campo de futebol.

De acordo com a família da vítima, durante a noite e madrugada o jovem participava de um campeonato de pênaltis em um campo de futebol improvisado no canteiro central da avenida. O local fica entre os conjuntos Boas Novas e Parque das Laranjeiras. Por volta das 3h30 da madrugada, o adolescente foi agredido por um homem, que ainda atirou com uma arma contra a vítima.

O jovem foi atingido com um tiro na cabeça e foi levado pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) para Hospital Pronto-Socorro (HPS) 28 de Agosto. Denilson Nogueira não resistiu aos ferimentos e morreu logo depois chegar à unidade hospitalar.

O pai do adolescente, o perfurador de poços Denilson Santos, de 43 anos, disse que há várias versões sobre a morte do filho e que a família ainda não sabe o que realmente aconteceu e a motivação do crime.

"Quando fiquei sabendo que meu filho tinha sido baleado corri para o local e encontrei o Denilson caído. Ninguém quis falar o que realmente aconteceu, mas chegaram a dizer que esse homem deu coronhadas na cabeça do meu filho e depois atirou. Só sabemos que ele matou meu filho covardemente. Até agora, não sabemos o porquê ele fez isso. Meu filho não tinha desavenças e não usava drogas", afirmou o pai do jovem.

Segundo a família, no local do crime havia várias pessoas, inclusive, o adolescente estava acompanhado de amigos. O torneio era promovido por um bar situado ao lado do local. Moradores evitaram comentar o assunto.

A autoria do assassinato ainda é desconhecida. O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Adolescente participa de disputa de pênaltis (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo
que você achou?
Meta o dedo
Deixe seu comentário

Flash