Grupo do Blog

segunda-feira, abril 04, 2016

Arnaldo Chulapa azougue do panterão.

Aos 44 anos, nosso entrevistado abre seu baú e conta sua trajetória no mundo do futebol, casado pai de dois filhos, formado em Ciências Contábeis trabalha hoje na Rede Celpa, nos gramados brilhou como ninguém, seu chute era capaz de desafiar a gravidade, prova disso vamos postar um vídeo da vitória do São Raimundo aos 46 minutos um chute digamos na veia que deu o titulo santareno de campeão ao pantera.

Nosso convidado divide sua vida entre Santarém e Alter do chão e foi lá na bela ilha que Arnaldo me concedeu essa entrevista.



Onde tudo começou Arnaldo



Arnaldo - Comecei jogando futsal pela Grande Família um time só da família onde fomos campeão santareno de futsal. Depois ingressei no São Raimundo com 16 anos no time principal.



Você despontou muito cedo para o futebol, como foi sua ida para o papão.
Arnaldo – Fui até Belém para tentar o vestibular e prosseguir nos estudos. Morava com meu tio Zuza que no final de carreira de Atleta Profissional, estava jogando no Sporte Belém e eu fui treinar com Ele. Onde despertou o interesse dos Diretores do Paysandú.
Quanto tempo ficou no Paysandu
Arnaldo - fiquei de 83 a 88, fui Campeão Paraense de Juniores no ano de 85 e artilheiro com 26 gols.

Arnaldo Você foi cobiçado por vários clubes do cenário nacional, um deles foi o Vasco da Gama, por quer sua transferência não foi concretizada.

Leia Também:
O Goleiro de 64.010 Torcedores.

Arnaldo -O Paysandu nunca deixou que me transferisse para outro clube principalmente ao Vasco da Gama, por incompetência do presidente da época Deputado Iranildo Paiva, e outro motivo era que o Paysandu queria pagar suas dívidas com a minha venda estava pedindo muito alto pelo passe, fui indicado ao Vasco da Gama pelo treinador Zanata e Alcir Portela ambos ex jogadores do vasco.
Arnaldo todo atleta sonha jogar no Clube do Remo ou Paysandu, Porque seu retorno ao futebol santareno?



Arnaldo - Retornei a Santarém porquê não queria mais jogar, estava desmotivado com futebol devido o Paysandu não me liberar para outro clube.
Você jogou pelo São Raimundo e São Francisco você lembra os anos que foi campeão.
Arnaldo - No São Raimundo fui campeão em 89, 90,91, 93. Pelo São Francisco fui Campeão Santareno em 97 e artilheiro do campeonato com 9 gols.
Você marcou quantos gols como profissional
Arnaldo - Não me recordo, mais ainda vou fazer uma pesquisa na Federação Paraense, ou na Confederação Brasileira de Futebol
Seu clube de coração
Arnaldo - São Raimundo, mais tenho um carinho especial pelo São Francisco.
Falando em São Francisco, como foi sua passagem por lá.
Arnaldo - A minha passagem pelo São Francisco foi muito boa, participei da grande campanha inesquecível do clube na série C do brasileiro onde fui artilheiro do clube com 6 gols.
Você teve uma passagem também pelo Rio Negro de Manaus.
Arnaldo –Sim, minha passagem pelo Rio Negro foi muito curta fiz poucos jogos e marquei só 3 gols, um deles foi olímpico no Estádio Vivaldão, mais também fiz muitas amizades como por exemplo, Jogadores que jogaram comigo no Rio Negro, Zé Eduardo, Edigler, goleiro Carlinhos, Odair, Willian, Bodinho e Tangará, e outros que no momento não recordo.
Qual é a sua melhor lembrança como jogador
Arnaldo - Maior lembrança como jogador foi o título de 93 campeão pelo São Raimundo onde fiz o gol do título aos 45 minutos do segundo tempo na furada do zagueiro funil que até hoje os torcedores tanto de São Raimundo como do São Francisco não esquecem.

Arnaldo a vida de jogador é muito curta, porém é marcada pelas amizades você quer lembrar alguém.

Arnaldo - Talvez esqueça de alguém mas de imediato lembro do Bendelack, Filiba, Assunção, Issac, Haroldinho, Cabecinha, Toco, Sanalto, Luis Otavio, Funil, Dias Renato, Walter Lima, Valdo Cabaça,Beato e muitos outro que me falha a memória neste momento

Parte dessa entrevista foi feita por e-mail

Nosso craque é formado em Ciencias Contábeis e desenpenha suas funções na Rede Celpa.
Esse é mais um craque que eu vi jogar no barbalhão. Aguarde apróxima que será com o bailarino do panterão Valdo Cabaça.

É proibido a reprodução sem citar a fonte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo
que você achou?
Meta o dedo
Deixe seu comentário

Flash