Postagem em destaque

Com altos níveis de mercúrio no sangue, santarenos estão sob risco de efeitos tóxicos

Professora Doutora, Heloísa avaliou os níveis de concentração de mercúrio no sangue de pessoas que vivem na região de Santarém. Décadas...

Grupo do Blog

quinta-feira, março 03, 2016

Descaso com a saúde: Pacientes do Hospital João Lucio usam guarda chuvas em seus leitos por causa de goteiras.

A saúde pública no amazonas está na UTI acompanhe a integra denuncias feitas por familiares de pacientes internados no Hospital João Lúcio. A reportagem é do Portal A Crítica.

Pacientes internados no HPS João Lúcio têm suas camas molhadas por goteiras durante a chuva


Muitos preferem voltar para casa a ter que passar por essa situação; direção da unidade diz que chuvas fortes causaram problemas e que está buscando reparo

Vídeos e fotos enviadas ao Portal A Crítica mostram pacientes internados na sala de observação 2 do Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, na Zona Leste, tendo as camas molhada por goteiras durante a chuva que atingiu Manaus ontem desta terça-feira (1º). De acordo com os acompanhantes de pacientes da unidade hospitalar, a situação não é nova, ela se repete desde o ano passado.

“Tenho uma tia que está internada nessa sala de emergência do João Lúcio. No final do ano passado a gente via essa situação acontecer quando chovia. A sala fica toda molhada e os pacientes têm que sair de seus leitos para não se molharem. Isso é um absurdo porque esses pacientes precisam ficar em repouso, muitos estão com doenças graves”, afirmou à universitária Karin Portilho Schmidt, 19.

A tia de Karin, Maria Ângela Portilho de Souza, 48, tem aneurisma cerebral com hemorragia e está internada no Hospital e Pronto Socorro João Lúcio há mais de dois meses. A universitária conta que durante esse período muitos pacientes preferiram ir para casa a passar por esse constrangimento. “Muitos leitos estão vazios, sem ninguém porque as pessoas estão preferindo morrer em casa”, apontou.

Sem resposta

Enfermeiro-geral, enfermeiro-chefe, diretoria do João Lúcio, todos foram procurados pelos parentes de pacientes da sala de observação 2 para solucionarem o problema, mas ninguém fez nada, conforme informou Karin. Os vídeos enviados por ela ao A Crítica foram gravados durante as chuvas que ocorreram nos últimos dias 23 de fevereiro e 1º de março. Algumas fotos são também do último dia 25.

A mãe de Karin, Carmem Portilho, fez o registro. Durante a gravação ela relata que após uma semana de visita os problemas na sala de emergência observação 2 do João Lúcio continuam do mesmo jeito. “Só fazem promessa. Tiraram o forro e até hoje não providenciaram outro. Um lugar onde era para a pessoa estar internada, em tratamento, fica interditado quando chove por causa das goteiras”, relatou.

Mutirão de limpeza

Durante a chuva dos últimos dias, baldes são utilizados para aparar a água nas salas e acompanhantes ajudam na limpeza para evitar acidentes. “É uma situação desumana colocar paciente de alto risco, com doenças graves, no lugar onde eles não conseguem ficar de repouso, pois toda vez que chove tem que levantar para sair dos leitos e a coisa mais triste é as pessoas abandonando os leitos por conta desse problema”, declarou Karin.

Direção pede obra

A direção do Hospital e Pronto Socorro Doutor João Lúcio informou que os problemas no telhado da enfermaria foram causados por fortes chuvas. A direção, logo de imediato, providenciou reparos emergenciais, mas o problema voltou a ocorrer.

Diante disso, o hospital está encaminhando à Secretaria Estadual de Saúde (Susam) solicitação de serviços de Engenharia que possam resolver a situação, em definitivo.

Em relação às demais queixas dos usuários, a direção determinou que a equipe de manutenção da unidade faça uma revisão dos itens citados, da mesma forma que o serviço de limpeza foi orientado a redobrar os cuidados os depósitos de lixo do ambiente, que devem ser mantidos fechados.

Registro evidencia problema

De acordo com a universitária Karin Portilho Schmidt, outros problemas são encontrados no Hospital e Pronto Socorro João Lúcio. Um vídeo gravado por ela no último dia 23 mostra as péssimas condições do banheiro da sala de observação 2 da unidade hospitalar.

A cadeira para pacientes mais debilitados, que não podem ficar em pé, está toda enferrujada. Mesmo assim, eles tomam banho nela.

Tucuximy/acritica

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo
que você achou?
Meta o dedo
Deixe seu comentário

Flash