Grupo do Blog

sexta-feira, março 04, 2016

Aprovados no concurso da Susam de 2014 fazem manifesto em Manaus.

Manifestantes interditaram parte da via em frente à sede do Governo para cobrar a convocação dos aprovados no último concurso da Secretaria de Estado da Saúde (Susam). O certame foi realizado em agosto de 2014, Do G1 AM

Manifestantes pedem convocação em concurso da Susam, em Manaus
Edital disponibilizou mais cerca de 11 mil vagas para todo o estado.
Susam diz que concurso está dentro do prazo de validade, de dois anos.




Manifestantes interditaram parte da Avenida Brasil, em Manaus (Foto: Reprodução/ Rede Amazônica)

Manifestantes interditaram parte da via em frente à sede do Governo para cobrar a convocação dos aprovados no último concurso da Secretaria de Estado da Saúde (Susam). O certame foi realizado em agosto de 2014, mas os aprovados ainda não foram efetivados nos cargos. O ato ocorreu no início da tarde desta quinta-feira (3) na Avenida Brasil, Compensa, Zona Oeste deManaus.


O edital disponibilizou ao todo 11.646 vagas para os níveis fundamental, médio e superior em todo o estado e a homologação deveria ter sido feita ainda em 2014.

Em nota, a Susam afirmou que o concurso está dentro do prazo de validade de dois anos, podendo ser prorrogado pelo mesmo período.

A nota diz ainda que o órgão está em fase de nomeação dos aprovados remanescentes no concurso de 2005 e somente após este processo, a secretaria irá criar um cronograma que será apresentado ao Governo do estado, para assim convocar os aprovados de 2014.

O Ministério Público do Estado (MPE-AM) ajuizou uma ação na Justiça ainda em 2015 contra a Susam pedindo a nomeação dos aprovados. O G1 entrou em contato com a assessoria do MPE, que não deu detalhes sobre o caso, mas afirma que o processo está em andamento.

Um trecho da Avenida Brasil ficou interditado durante o ato. O Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans) auxiliou o tráfego no local e a via foi liberada por volta das 15h30.

Outros atos
Em março de 2015, um grupo protestou em frente à sede do MPE para cobrar a homologação do concurso. Os manifestantes solicitaram que fosse aberta uma investigação sobre a realização do concurso. Cerca de 20 pessoas participaram do ato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo
que você achou?
Meta o dedo
Deixe seu comentário

Flash