Grupo do Blog

sexta-feira, fevereiro 26, 2016

Em Santarém Multinacional é autuado por desmatamento.

A derrubada de árvores no terreno onde está sendo erguida a obra de construção do Atacadão Carrefour, na Rodovia Fernando Guilhon, em Santarém, levou a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA) a determinar que a empresa plante e doe 1.000 mil mudas de plantas, na cidade. Veja a integra abaixo


Carrefour é autuada por desmatamento
SEMMA determinou que a empresa plante e doe 1.000 mil mudas de plantas, na cidade


Empresa terá que plantar 1000 mudas de árvores em toda cidade

A derrubada de árvores no terreno onde está sendo erguida a obra de construção do Atacadão Carrefour, na Rodovia Fernando Guilhon, em Santarém, levou a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA) a determinar que a empresa plante e doe 1.000 mil mudas de plantas, na cidade.

Após comprar um terreno ao lado da Escola Ubaldo Correa, na Fernando Guilhon, o Carrefour iniciou a obra em julho de 2015, com o nivelamento do solo, onde os serviços foram intensificados nas últimas semanas de dezembro.

Ainda em dezembro a empresa começou a fazer o recrutamento dos profissionais que irão formar o quadro de pessoal do Atacadão, em torno de 250 pessoas. Desde o fim do ano passado, o Sine cadastra currículos para os diversos cargos, onde a seleção e treinamento estão acontecendo na cidade.

De acordo com a SEMMA, para iniciar a construção a empresa responsável derrubou cerca de 96 árvores, entre elas, cajueiros, murucizeiros e pinheiros.

Uma fonte informou que o Carrefour está investindo R$ 40 milhões e, que só na construção está gerando cerca de 1,5 mil empregos. A data inicial prevista para inauguração é março deste ano.

Mas, em janeiro deste ano, o público foi surpreendido por boatos divulgados em redes sociais sobre uma possível articulação de empresários ligados à Associação Comercial e Empresarial de Santarém (ACES) que estariam interessados em atrasar a implantação do Atacadão Carrefour em Santarém.

Na época, o presidente da ACES, César Ramalheiro, expediu nota desmentindo os boatos e reafirmando a disposição da entidade em apoiar “empreendimentos que gerem emprego e renda para a população”.

VEJA A NOTA DA ACES NA ÍNTEGRA: “A Associação Comercial e Empresarial de Santarém – ACES vem através desta nota, esclarecer que é inverídica a informação divulgada em redes sociais de que ‘estaria se articulando para embargar a obra do supermercado Carrefour em Santarém’.

Somos uma entidade empresarial com 71 anos de história com atuante representatividade em Santarém. Nossa missão é ‘Contribuir para o Desenvolvimento Sustentável da região oeste do Pará’ e a Diretoria Executiva e os Conselhos seguem este lema em nossas ações.

Empreendimentos que gerem emprego e renda para a população de nossa cidade são bem vindos e têm o apoio da entidade. Portanto, estamos de portas abertas para todos os empreendedores que queiram contribuir para o fortalecimento da região!”.

Na época, o titular da SEMMA, Podalyro Neto afirmou que as obras de construção do Carrefour estavam dentro do cronograma apresentado à Secretaria e, que todo o processo de licenciamento estava dentro do que exige a legislação ambiental.

Por: Manoel Cardoso
Oimpacto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo
que você achou?
Meta o dedo
Deixe seu comentário

Flash