Grupo do Blog

sexta-feira, dezembro 19, 2014

mandante de crime passional em Manaus será incluída na lista da Interpol

 Bacanal dos barões de Manaus vai parar na Interpol.

Socialite mandante de crime passional em Manaus será incluída na lista da Interpol


Marcelaine Santos Schumann segue viajando, de férias nos Estados Unidos, e ainda não foi localizada para prestar depoimento. Seu nome deve ser incluído na lista de procurados da polícia internacional em breve


A mandante do crime, Marcelaine Schumann (à esq.) desconfiava que Denise Almeida (à dir.) tivesse um caso com o seu amante (Reprodução)


O nome de Marcelaine Santos Schumann, também conhecida como “Elaine” ou “Ane”, de 36 anos, será incluído na lista dos procurados pela Interpol, uma autoridade polícial internacional. No fim da manhã desta sexta-feira (19), o delegado da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) Paulo Martins encaminhou oficio à Polícia Federal solicitando apoio para dar cumprimento do mandado de prisão preventiva decretada na tarde de quinta (18).

O delegado também protocolou uma cópia do mandado de prisão de Marcelaine na Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, em Manaus. Depois, os dados serão encaminhado para todos os outros aeroportos do País e, a partir de agora, a socialite poderá ser presa em qualquer um desses. Ela está sendo considerada fugitiva da justiça brasileira.

Marcelaine é casada com o empresário publicitário Edmar Costa. A reportagem teve acesso a informações, com pessoas que convivem com o casal, que Edmar e Elaine viajaram no dia 8 deste mês para os Estados Unidos e que ele a deixou na cidade de Miami, voltando para Manaus. "Elaine” é suspeita de ter contratado pistoleiros para executassem ou deixassem aleijada a rival dela, a bacharel em direito Denise Almeida da Silva, de 34 anos.

De acordo com as investigações, o crime teve motivação passional, uma vez que, segundo a polícia, Elaine passou a desconfiar que Denise estivesse tendo um caso amoroso com o empresário Marcos Souto, que era seu amante. Denise foi atingida com um tiro de arma de fogo quando saía de carro, uma Mercedes-Benz branca, do estacionamento da academia Cheik Clube, no Centro da capital, no dia 12 de novembro. Denise frisou que não tem participação no triângulo amoroso e que recebia ameaças de Marcelaine há mais de um ano.

A história começou ser revelada com a prisão dos suspeitosRafael Leal dos Santos, o “Salsicha”, autor dos disparos contra Denise; Charles Mac Donald’s Castelo Branco, que fez a intermediação do crime entre Salsicha e Elaine; e Karen Arevalo Marques, 22, que arrumou a arma usada no crime, um revólver calibre 38. Além deles, a polícia prendeu nesta sexta-feira uma quarta pessoa, um homem identificado como Ediney Costa Gomes, 26 anos, que forneceu a arma do crime. Segundo os suspeitos, Elaine pagou R$ 7 mil para que o crime fosse executado.

Fonte: Acritica

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo
que você achou?
Meta o dedo
Deixe seu comentário

Flash