Postagem em destaque

Você acredita que a conta de luz vai ficar mais barata com a venda da Eletrobras

O ministro de Minas e Energia, Fernando Bezerra Coelho Filho, afirmou que a conta de luz deverá ficar mais barata a médio prazo com a pri...

pague seguro

Logotipos de meios de pagamento do PagSeguro

Grupo do Blog

sexta-feira, maio 02, 2014

OAB vai promover o primeiro casamento gay

A Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional Amazonas (OAB/AM) deve promover o primeiro casamento coletivo entre casais do mesmo sexo, no estado. O evento está previsto para ser realizado em junho. Os interessados podem procurar a Comissão da Diversidade Sexual da OAB/AM até o dia 26 de maio. A entidade também busca patrocinadores para ampliar a cerimônia. 

Cerca de 30 casais podem participar da cerimônia
em Manaus (Foto: Tássia Thum/G1)

Segundo informações da OAB, a proposta é realizar o casamento de pelo menos 30 casais. Cerca de 25 já procuraram a Comissão da Diversidade Sexual. Projeto está em fase de coleta de dados. Os interessados podem entrar em contato com a comissão até 26 de maio, pelo e-mail

casamentocoletivolgbtmanaus@gmail.com ou pelos telefones (92) 9124-4070/3642-0016/0021.


A expectativa da Comissão é ampliar o evento. “Para isso, é necessário conquistar novas parcerias, que auxiliariam no custeio da recepção. A ideia é que os custos oficias sejam arcados pelo governo estadual. Caso não seja possível, a Comissão irá buscar patrocinadores”, disse a presidente da Comissão da Diversidade Sexual da OAB/AM, Alexandra Zangerolame.

Os interessados em apoiar a ação podem entrar com contato com a OAB pelos e-mails diversidade@oabam.org.br ou casamentocoletivolgbtmanaus@gmail.com. Até o momento, a ação conta com a parceria da Secretaria de Estado de Articulação de Políticas Públicas aos Movimentos Sociais e Populares (SEARP), do Cartório Follmer (8º Cartório de Registro Civil) e apoio do Fórum LGBT.

Documentação

No caso de quem nunca se casou, os documentos exigidos são certidão de nascimento (original ou cópia autenticada), RG, CPF e título de eleitor. Para os divorciados, é preciso apresentar a averbação do divórcio além dos documentos acima citados. Para aqueles que ainda são casados oficialmente, é obrigatório a formalização do divórcio, para entrar com a documentação do novo casamento.

Do G1 AM 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo
que você achou?
Meta o dedo
Deixe seu comentário

Flash