Postagem em destaque

Vereador, esposa e filho são amarrados durante assalto em residência

A casa do vereador Daniel Siqueira Neves, conhecido como Daniel dos Estudantes, de 29 anos, localizada no bairro Santa Rita, em Jacundá, no...

pague seguro

Logotipos de meios de pagamento do PagSeguro

Grupo do Blog

quarta-feira, abril 02, 2014

Sem citar nome Fausto Souza aponta uso da imprensa nacional para atingi-lo com denúncias

O deputado estadual Fausto Souza (PSD) usou a tribuna da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), durante a Sessão Ordinária desta quarta-feira (2), para se manifestar sobre matéria jornalística veiculada no último domingo (30) pelo programa Fantástico, da Rede Globo de Televisão.

Deputado declarou jamais ter praticado qualquer ação que pudesse denegrir sua imagem. (Foto: Danilo Mello/Aleam)

O parlamentar disse jamais ter praticado qualquer ação que pudesse denegrir sua imagem, como veiculado na matéria jornalística. Sem citar nomes, afirmou estarem utilizando o poder da imprensa nacional para atingi-lo, sem mesmo terem conhecimento do que se encontra entranhado no processo, condenando-o antecipadamente.

“Buscam atingir-me por todos os flancos, mas aqui ocupo um mandato popular que me foi outorgado por mais de 24 mil eleitores. Manipulam os fatos para torná-los verdade. Encurtam falas convenientemente para que a interpretação favoreça a suspeita. Editam vídeos para tornarem robustas as supostas comprovações. Ignoram a farta jurisprudência de nossos Tribunais e se apequenam na tentativa incessante de condenar sem o devido e correto processo”, declarou.

O deputado estadual lembrou ter assinado o documento que propôs a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), na Assembleia Legislativa, para investigar a pedofilia no Amazonas e pediu aos seus pares que não se deixem influenciar pelas matérias veiculadas.

“Peço que não se deixem influenciar por uma ou outra expressão propositadamente manipulada para refletir como verdade fosse. Não se deixem quedar e retirar-lhes o senso de justiça. O material veiculado será objeto de perícia especializada, as supostas provas que transitam de mão em mão serão, a seu tempo, desqualificadas porque produto da manipulação vaidosa de quem tenta me alcançar”, garantiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo
que você achou?
Meta o dedo
Deixe seu comentário

Flash