Postagem em destaque

Vereador, esposa e filho são amarrados durante assalto em residência

A casa do vereador Daniel Siqueira Neves, conhecido como Daniel dos Estudantes, de 29 anos, localizada no bairro Santa Rita, em Jacundá, no...

pague seguro

Logotipos de meios de pagamento do PagSeguro

Grupo do Blog

quarta-feira, junho 12, 2013

Copa Para os Ricos

A copa das confederações e copa de 2014 foi feita visando atingir a classe A do Brasil

Proibidos de entrar nos estádios com alimentos, os torcedores que quiserem comer ou beber nos jogos da Copa das Confederações pagarão R$ 6 por uma garrafa de água, R$ 8 por um cachorro-quente e R$ 12 por uma cerveja.

A Folha confirmou com a Fifa o cardápio que será utilizado de maneira padronizada nas seis sedes do evento.

A única diferença se dará numa "comida típica" de cada local, como acarajé, feijão tropeiro e bolo de rolo.

Curiosamente, o McDonald's, patrocinador oficial do evento, não venderá lanches dentro das arenas.

A Budweiser, outra parceira da Fifa, terá a "concorrência" de uma marca nacional: a Brahma. Elas, porém, são do mesmo grupo, a Ambev.

A cerveja só terá álcool graças à Lei Geral da Copa, sancionada há um ano pela presidente Dilma Rousseff, após lobby da Fifa e muito debate. A medida abriu brecha no Estatuto do Torcedor, que veta a venda de bebida alcoólica nas praças esportivas do país.
A Garoto, que pertence à Nestlé, vai oferecer duas opções de chocolate, a R$ 7, e quatro de sorvete, cujos valores não foram confirmados.

A entidade também não informou o preço da pipoca, que estará presente em todos os estádios, assim como o do tropeiro, em Belo Horizonte.

O acarajé com camarão sairá por R$ 8 em Salvador e o bolo de rolo custará R$ 5 no Recife e em Fortaleza, mesmo preço do biscoito de polvilho no Rio de Janeiro.

Na Fonte Nova, a água era comercializada a R$ 2 e agora custará o triplo do valor.
As concessionárias responsáveis pelas cantinas assumiram o lugar das empresas que vinham trabalhando nos jogos anteriores das arenas. A situação vai se repetir na Copa do Mundo, em 2014.

As escolhidas pela Fifa, que diz ter feito uma licitação com 17 interessadas, foram a Aramark e a Convivas Brasil.

A primeira é líder mundial em serviços de alimentação em estádios e atuou na Copa de 2006, na Alemanha, além das Olimpíadas de Pequim e Londres. Já a Convivas é um braço nacional de uma empresa sediada na Suíça e esteve na Copa de 2010.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo
que você achou?
Meta o dedo
Deixe seu comentário

Flash