Grupo do Blog

segunda-feira, maio 27, 2013

Caciques paraenses em pé de guerra

BELÉM - Depois de se envolver em uma briga com Antônio Carlos Magalhães que lhe custou o mandato de senador, em 2000, o senador Jader Barbalho (PMDB-PA) protagoniza agora outra refrega, desta vez com o colega Mário Couto (PSDB-PA), que marca sua atuação por acalorados discursos em que denuncia supostos casos de corrupção. A ira de Jader teve início depois que Couto usou a tribuna para atacar seu filho. O peemedebista mobilizou seu grupo político e aprovou, quarta-feira passada, na Assembleia do Pará, uma CPI para investigar desvios no Detran local, cujo alvo seria Couto.

O ataque ao senador tucano ganhou as páginas do jornal de propriedade de Jader. Couto criou, em 2012, um time de futebol, a Associação Atlética Santa Cruz, de Salinópolis, cuja folha salarial chegaria a R$ 400 mil, com centro de treinamento que se equipara ao de grandes clubes do eixo Rio-São Paulo. Para abrilhantar o time, Couto, que é presidente de honra e patrono da agremiação e dá nome ao estádio local, contratou ex-jogadores de equipes paulistas. Segundo a denúncia, o senador teria indicado para trabalhar no Detran do estado ou nas Ciretrans as esposas desses atletas, depositando na conta delas o salário milionário dos craques.

Leia Mais Clicando Aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo
que você achou?
Meta o dedo
Deixe seu comentário

Flash