Postagem em destaque

Com altos níveis de mercúrio no sangue, santarenos estão sob risco de efeitos tóxicos

Professora Doutora, Heloísa avaliou os níveis de concentração de mercúrio no sangue de pessoas que vivem na região de Santarém. Décadas...

Grupo do Blog

segunda-feira, março 25, 2013

Corredor Viário do Mindu será entregue amanhã

A Prefeitura de Manaus entrega à população, nesta terça-feira, dia 26, a primeira
etapa do Corredor Viário do Mindu, na zona Leste, que receberá o nome do
empresário amazonense Nathan Lemos Xavier de Albuquerque.

Foto: ALEXANDRE FONSECA / SEMINFH
O sistema viário tem extensão de aproximadamente três quilômetros

A obra viária, que interliga a Rua João Câmara, no bairro Novo Aleixo e a Avenida das Torres, integra o
Programa de Recuperação Ambiental e Requalificação Social e Urbanística do Igarapé
do Mindu (Corredor Ecológico do Mindu), que prevê a retirada de três mil famílias
que moram no entorno do igarapé do Mindu (30 metros da margem), ao longo dos 17
quilômetros, para reurbanizar, recuperar e preservar o corredor ecológico do igarapé,
que é protegido por lei


Neste trecho específico, a obra fará a ligação viária entre o Parque Linear 2 – que vai
da Rua João Câmara até a Avenida Grande Circular, nas proximidades do Igarapé do
Mindu – e Avenida das Torres. O sistema viário tem extensão de aproximadamente
três quilômetros, com pista de escoamento nos dois sentidos, com 10,80 metros de
largura cada uma. A via possui ainda contenção lateral em grama, canteiro central de
dois metros e iluminação pública artística, que favorece árvores, arbustos e grama,
além de passeios laterais, também com dois metros.

Foram executados serviços de galeria celular dupla, para transposição do Igarapé
do Geladinho e construção de ponte sobre o Igarapé do Goiabinha. As intervenções
promovem a integração viária entre as zonas Leste e Centro-Sul e resguardam
fragmentos de áreas verdes ainda existentes, intimidando novas invasões.

O corredor

A obra total do Corredor Viário do Mindu faz parte de um projeto de macro e micro
drenagem, financiado pelo Ministério das Cidades, por meio da Caixa Econômica
Federal.

O corredor ligará a Avenida Grande Circular, Zona Leste, à Avenida das Torres, na Zona
Centro-Sul e inclui a desapropriação de 1,2 mil casas, localizadas à margem do igarapé
do Mindu, no trecho entre os bairros Novo Aleixo e Jorge Teixeira, Zona Leste.

O programa de obras para a primeira etapa da obra foi dividido em sete pontos
principais de trabalho: Nascente (Centro de Vigilância Nascente do Mindu), já
concluído; a ponte José Romão (em fase de conclusão), Parque Linear 1 (que vai da
ponte João Câmara até a avenida Grande Circular), Parque Linear 2 (inicia na avenida
Grande Circular até o Centro de Monitoramento) e o Corredor Viário que vai da rua
João Câmara, bairro Colina do Aleixo até a avenida das Torres, com uma ligação viária
até a avenida Tancredo Neves, no bairro Parque Dez.

Quem foi Nathan Lemos Xavier de Albuquerque

O amazonense Nathan Lemos Xavier de Albuquerque é considerado um dos maiores
empreendedores da Amazônia durante as décadas de 1950, 1960, 1970 e 1980.

Criou empresas como uma fábrica de gelo cristal no meio do rio Negro, deu início
ao sistema de recauchutagem de pneus, com a Hevea da Amazônia Ltda., adquiriu
por compra a Fábrica de Guanará Baré, tornando o produto um dos mais saborosos
na espécie, ingressou na comercialização de veículos, e fundou a Moto Honda da
Amazônia Ltda, considerada a maior indústria do Polo Industrial de Manaus, e trouxe
o Novotel para a região. Nathan, como gostava de ser chamado (seu nome era
Nathaniel), morreu em 3 de janeiro de 2013.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo
que você achou?
Meta o dedo
Deixe seu comentário

Flash