Postagem em destaque

Você acredita que a conta de luz vai ficar mais barata com a venda da Eletrobras

O ministro de Minas e Energia, Fernando Bezerra Coelho Filho, afirmou que a conta de luz deverá ficar mais barata a médio prazo com a pri...

pague seguro

Logotipos de meios de pagamento do PagSeguro

Grupo do Blog

sábado, março 02, 2013

Agricultor estrupava duas filhas sendo uma de 14 anos

Manaus - Um agricultor de 55 anos foi denunciado pelo Conselho Tutelar da Zona Rural à Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), na última quinta-feira (28), por suspeita de estuprar duas filhas, de 16 e 14 anos. Conforme a denúncia, as violências começaram quando a filha mais velha tinha apenas 4 anos.

 portal@d24am.com

Segundo a denúncia, as violências começaram quando a filha mais velha, que hoje está com 16 anos, tinha apenas 4 anos de idade
 

Na manhã desta sexta-feira (1º), o titular da Depca, Rafael Alemand, informou que a família residia na comunidade Rio Branquinho, no Ramal do Banco, no quilômetro 47 da BR-174.

Leia Também


Tráfico Humano será debatido em audiência publica em Manaus
Chefes de tráfico humano vão ser transferidos para capital

Segundo ele, em depoimento, as vítima informaram que não denunciavam o crime porque o pai dizia que se ele fosse preso, elas passariam fome e iriam morar na rua.

Alemand explicou que os conselheiros tutelares da zona rural chegaram ao local junto com a Polícia Militar, após denúncia anônima. A adolescente de 14 anos foi encontrada na casa junto com os pais e a jovem de 16 anos foi localizada em um outro sítio, na companhia do namorado.

Em depoimento à polícia, a vítima de 16 anos afirmou que começou a ser violentada pelo pai quando tinha 4 anos. Ela afirmou que os estupros eram constantes e cessavam quando ela ameaçava contar para a mãe.

A vítima disse, ainda, que os estupros só pararam quando completou 16 anos, após ter ido morar na casa do namorado.

Já a irmã de 13 anos informou que foi violentada pelo pai aos 9 anos, mas disse que a violência foi praticada apenas duas vezes. Conforme os depoimentos, o suspeito chegou a dizer à filha mais velha que pretendia tê-la como esposa.

Procedimentos

Segundo o delegado, a Polícia Civil instaurou inquérito para investigar o caso. No entanto, o agricultor foi preso porque, durante a abordagem, policiais da Força-Tática encontraram na casa uma espingarda calibre 20.

Ele foi autuado em flagrante no 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e foi encaminhado, ontem pela manhã, à penitenciária.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo
que você achou?
Meta o dedo
Deixe seu comentário

Flash