Postagem em destaque

Com altos níveis de mercúrio no sangue, santarenos estão sob risco de efeitos tóxicos

Professora Doutora, Heloísa avaliou os níveis de concentração de mercúrio no sangue de pessoas que vivem na região de Santarém. Décadas...

Grupo do Blog

sexta-feira, fevereiro 15, 2013

Catadores terão ajuda da AFEAM

Manaus-O Diretor-Presidente da Agencia de Fomento do Amazonas (Afeam), Pedro Falabela anunciou, durante reunião do Fórum Lixo e Cidadania, realizado nesta sexta-feira no auditório da Prefeitura de Manaus (Compensa), que a agencia pretende financiar as Associações e Cooperativas de Catadores, através de convênio com o Fundo Municipal de Fomento à Micro e Pequena Empresa (Fumipeq).

 Foto: D'Castro
Segundo Falabela, a proposta que a Afeam irá apresentar ao Prefeito Arthur Virgílio Neto é de investimento de R$ 1,00 da Afeam para cada R$ 1,00 do Fumipeq. “A Prefeitura vai indicar quem deverá ser beneficiado. Podemos financiar as Associações, Cooperativas ou mesmo grupo de Catadores. Nossa proposta é levar esse financiamento também para feirantes e outros permissionários da Prefeitura”, disse.

A quarta reunião do Fórum “Lixo e Cidadania” aconteceu no auditório da PMM, contou com a participação do Prefeito de Manaus, em exercício, Hissa Abrahão, Secretário Municipal de Trabalho e Desenvolvimento Social, José Augusto Rodrigues, Diretor-Presidente da Agencia de Fomento do Amazonas, Pedro Carvalho, Procurador do Ministério Público do trabalho, Jeibson Justiniano e reuniu os empresários que desenvolvem atividades com coleta seletiva em Manaus.

Para o Secretário Municipal de Limpeza Pública, Paulo Ricardo Rocha Farias, essa reunião serviu para levantar os gargalos existentes no processo de Coleta Seletiva de Resíduos Sólidos. “A Prefeitura está dando total apoio à Coleta Seletiva. Estamos implantando novos postos de coleta no Centro, ampliando os Pontos de Entregas Voluntárias (PEVs) e regularizando a coleta Porta a Porta”.

Segundo Farias, em janeiro foram coletadas 81 toneladas de lixo reciclável através da coleta Porta a porta. “Precisamos ampliar a coleta seletiva, mas é preciso que tenhamos quem compre esse produto. Esse é nosso desafio”, completou.


Assessoria de Comunicação - Semulsp



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo
que você achou?
Meta o dedo
Deixe seu comentário

Flash