Postagem em destaque

Com altos níveis de mercúrio no sangue, santarenos estão sob risco de efeitos tóxicos

Professora Doutora, Heloísa avaliou os níveis de concentração de mercúrio no sangue de pessoas que vivem na região de Santarém. Décadas...

Grupo do Blog

sábado, janeiro 19, 2013

Cabelo e Bigode


Vereadora aposta no crescimento econômico de Rurópolis

Ela nasceu no município de Rurópolis. Filha do casal José Paulo e Glauciene Genoíno, a jovem de 28 anos, Paula Genoíno, AGORA, a vereadora mais votada da cidade afirma que não tem medo de decepcionar ninguém, porque vai trabalhar pra se orgulhar mais ainda da confiança que lhe foi depositada.


Texto: Gerciene Belo

Cheia de sonhos para Rurópolis, Paula Genoíno, que ainda vai fazer 28 anos de idade, foi a vereadora mais votada cidade. Ao todo foram 602 votos. Votos estes que faz questão de afirmar que cada um deles foi uma confiança depositada nela e essa, talvez seja a única e grande oportunidade de mostrar seu trabalho. E por isso, ira de todas as maneiras fazer por merecer tanta confiança, mostrando a que realmente veio.

Embora a tarefa de legislar seja inicialmente um pouco complicada pelo fato do prefeito Pablo Genoíno ser seu irmão, ela afirma que é preciso separar as coisas “na prefeitura é ele que manda, na câmara eu sou a vereadora e em casa nos somos irmãos. São situações distintas, e é preciso não confundir embora que as vezes elas se misturem. Mas é preciso deixar claro, que o que for de beneficio pro povo eu vou estar cobrando dele ” dizendo que já fez até alguns requerimentos exigindo melhorias em alguns bairros.


Paula vereadora do PSDB

Perguntada sobra à administração passada, ela esquivou um pouco em falar do governo de Aparecido Silva, mas não se conteve em dizer que ele deixou muito a desejar em questões de limpeza, assistência social, educação, em relação as necessidades mais prementes da população. “Na realidade não é nem preciso mais falar dele, porque o povo de Rurópolis viu o que ele fez. A população disse um basta pelo fato de ter sido um mau gestor e ponto final”, sintetiza.
Emprego – “É uma preocupação muito grande, a cidade é pequena e são poucos comerciantes e a maioria emprega a própria família, além de que maior empregador ainda é a prefeitura, com um efetivo muito grande. A minha preocupação maior é com o s jovens que estão desempregados é preciso se criar um projeto de incentivo pra esse setor. Não podemos mais deixar que os nossos jovens terminem o ensino médio e tenham que ir embira da cidade. É preciso garantir cursos superiores, cursos profissionalizantes, investir no comércio e nas pequenas empresas, além de garantir o potencial das cooperativas, principalmente na agricultura que é grande potencial econômico do município. A partir daí, outros investimentos virão gerando o emprego e renda, diz a “marinheira de primeira viagem” na politica, mas, com muito bom senso.
Denuncias – Ao ser citado que o prefeito sofreu algumas denuncias, ela disse que era suspeita pra falar, pelo fato de ser sua irmã. Mas é como irmã que o conhece ha tanto tempo e sabe que Pablo Genoino só tem um grande interesse na vida, que é melhorar a condição de vida do povo ruropolense e fazer um governo livre desses erros. Mas adiantou que isso “não passam de perseguições dos perdedores que já começam a se mobilizar pra infernizar a vida daqueles que querem trabalhar direitinho”, finaliza. Ela acredita que ele vai botar a Casa a ordem, lembrando as condições de calamidade que Pablo recebeu a prefeitura. E foi ainda enfática ao afirmar que como parlamentar estará sempre cobrando na Câmara a presença dos valores morais e éticos no governo. Os mesmo valores que foram aprendidos em família.

Expectativas – Em relação à expectativa sobre a bancada de vereadores eleita, ela espera de inicio um bom entendimento entre todos, visando o interesse coletivo e não individuais. Seu comportamento, ressaltou, será de defender os interesses da população sem se importar com oposição ou situação. “É preciso que todos trabalhem pelo povo. Afinal nós somos os empregados do povo e é pra eles que devemos trabalhar”.
Ela encerrou a entrevista chamando a atenção da população no sentido de que tenham um pouco mais de paciência, pois não está sendo nada fácil esse início de governo. A Casa estava totalmente bagunçada. Todo o comando do munícipio estava em total desordem. E com muitas dividas. Mas isso é só uma questão de tempo e tudo vai se ajeitar, pois a grande intenção é fazer o melhor pelo município, garantiu, sem medos dos obstáculos muito menos das perseguições e com muita fé no que virá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo
que você achou?
Meta o dedo
Deixe seu comentário

Flash