Grupo do Blog

segunda-feira, novembro 26, 2012

Décimo terceiro salário


Consultores dão dicas para você  usar bem o décimo terceiro salário


 A Crítica/Tucuximy

Ainda que usar a renda extra seja o primeiro passo para sair da inadimplência, isso pode não resolver um problema maior no longo prazo: a falta de educação financeira do consumidor.

O presidente da Associação Brasileira dos Educadores Financeiros (Abefin), Reinaldo Domingos, o endividamento é um problema que tem de ser resolvido com o próprio salário. “É provável que pessoas que estejam nessa situação não estejam respeitando o próprio padrão de vida”, afirma.

O subtenente do Exército Virgil Alves Brandão, 57, pretende usar o recurso pela última vez neste ano. Em 2011, ele tomou um empréstimo de R$ 30 mil para a compra de um imóvel para o filho. Ele esperava que o empréstimo pudesse ser devolvido, o que não aconteceu, e teve de arcar com as prestações. Com o seu 13º salário e o da esposa, pagará neste mês as últimas parcelas da dívida, mas concorda que o ideal é usar os recursos do próprio salário para pagar as contas. “Geralmente, uso o 13º para antecipar as contas de janeiro, como IPTU e IPVA. O que sobra, boto na poupança”, comenta.

Cautela

Ter cautela será necessário para quem for investir em 2013, de acordo com o economista e professor do Centro de Estudos Avançados da UnB (Universidade de Brasília), Newton Marques. “Em um cenário como o atual, o ideal é diversificar e pesquisar os investimentos que dão mais retorno”. Uma boa estratégia para usar o 13° e “engordar” as economias são os fundos imobiliários.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo
que você achou?
Meta o dedo
Deixe seu comentário

Flash