Postagem em destaque

Com altos níveis de mercúrio no sangue, santarenos estão sob risco de efeitos tóxicos

Professora Doutora, Heloísa avaliou os níveis de concentração de mercúrio no sangue de pessoas que vivem na região de Santarém. Décadas...

Grupo do Blog

sexta-feira, outubro 26, 2012

Monstro paraense já está em Santarém

Agência Pará de Notícias


Clorisvaldo Batista dos Santos, de 32 anos, foi transferido, nesta quinta-feira (25), de Manaus, no Amazonas, para o presídio Centro de Recuperação Agrícola "Silvio Hall de Moura", em Santarém, oeste do Pará, por policiais civis do Núcleo de Apoio à Investigação (NAI), sob o comando do delegado Silvio Birro. Condenado em tribunal do júri popular, em Alenquer, no Pará, no dia 28 de abril de 2006, a 13 anos de reclusão em regime fechado por homicídio, ele foi localizado pela equipe policial paraense, enquanto caminhava na Avenida Tefé, bairro Japiim, na capital amazonense, na noite de terça-feira passada. Os policiais civis do NAI deixaram Manaus, durante a madrugada, em voo comercial, com desembarque no Aeroporto de Santarém. Logo após a chegada, o preso foi levado diretamente ao presídio.

Segundo o delegado, o preso Clorisvaldo Santos deverá continuar a cumprir a pena, no presídio em Santarém, onde estava preso, até deixar de cumprir a liberdade condicional determinada pela Justiça. Ele responde a processos criminais pela autoria de três homicídios, dois em Alenquer, oeste do Pará, e um Macapá (AP), onde, em 7 de agosto deste ano, ele matou com oito facadas a vítima Maely Gouveia dos Santos, de 24 anos. O crime tem relação com o envolvimento do acusado com o tráfico de drogas, pois a vítima teria ameaçado denunciá-lo à Polícia como sendo o dono de uma quantidade de drogas apreendidas pela Polícia Federal, em Santana, no Amapá. Na ocasião, o marido de Maely foi preso em flagrante.

Para localizar e prender o criminoso, os policiais civis do Pará contaram com apoio da Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (SEAI), do Amazonas, sob comando do delegado Thomás Vasconcelos. As investigações contaram com denúncias anônimas feitas ao serviço Disque-Denúncia, fone 181, da Polícia Civil do Pará. Segundo Silvio Birro, o preso permaneceu recolhido no presídio de Santarém, até os primeiros meses deste ano, quando passou a cumprir a pena em regime aberto, pelo qual era obrigado a comparecer ao Fórum. Contudo, o criminoso fugiu de Santarém e teve a prisão preventiva decretada pela 9ª Vara Criminal da cidade.

Em liberdade, ele fugiu para Macapá, onde matou Maely dos Santos. Por determinação do delegado-geral da Polícia Civil do Pará, Nilton Atayde, a equipe de policiais civis do NAI de Santarém assumiu as investigações. Os agentes localizaram o paradeiro de Clorisvaldo na cidade de Manaus, onde a equipe do NAI estava desde a segunda-feira passada à procura do bandido. Segundo o delegado, o preso tem mandado de prisão decretado pela Comarca de Macapá, em decorrência do assassinato de Maely. Em Manaus, Clorisvaldo é investigado pela autoria de assaltos e tráfico de drogas.


Texto:
Walrimar Santos - Polícia Civil
Fone: (91) 4006-9036 / (91) 9941-3490
Email: walrimar@gmail.com

Polícia Civil do Estado
Av. Nazaré, 489. Belém - PA
Fone: (91) 4006-9094 / 3223-2963
Site: www.policiacivil.pa.gov.br Email: gabinetepcpa@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo
que você achou?
Meta o dedo
Deixe seu comentário

Flash