Postagem em destaque

Eduardo Braga é acusado de receber propina da JBS

Segundo depoimento do executivo Ricardo Saud, Eduardo Braga e mais quatro senadores receberam R$35 milhões do PT Em matéria veiculada no ...

Flash

Poderá gostar também de:

Participe

Quem achou interessante

quinta-feira, novembro 17, 2016

Cabral é sua gang gastaram quase US$400 mil em Paris.

Os US$ 400 mil gastos em farra em Paris pelo ex-governador Cabral, sua mulher Adriana e amigos, é parte do dinheiro que hoje querem retirar do salário dos funcionários públicos do Rio.

Além de comissão de 5% nas principais obras realizadas no Estado do Rio de Janeiro – reforma do Maracanã, Arco Rodoviário, urbanização na Rocinha, em Manguinhos e no Alemão – o ex-governador Sérgio Cabral, preso preventivamente na manhã desta quinta-feira por decisão do juiz da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, Marcelo da Costa Bretas – e ainda por outro mandado de prisão do juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba – recebia mesadas das construtoras Andrade Gutierrez (R$ 300.000,00 ou R$ 350.000,00) e da Carioca Engenharia.

O governador foi apontado como líder da Organização Criminosa, mas certamente outros nomes ainda surgirão.

 Leia Também:
Rio de Janeiro continua lindo, mesmo com a prisão de dois ex- governadores. 
Simão Jatene e Zenaldo Coutinho também deram cheque moradia.


Como Cabral, tiveram a prisão preventiva – para a garantia da ordem pública e assegurar a aplicação de lei penal – Wilson Carlos Cordeiro da Silva e Hudson Braga (ex-secretários de Governo e de Obras), Carlos Emanuel de Carvalho Miranda e Luiz Carlos Bezerra (considerados operadores financeiros do grupo), José Orlando Rabelo, Wagner Jordão Garcia e Luiz Paulo Reis (que ajudavam a lavar o dinheiro obtido ilegalmente).

Veja a integra no blog do marceloauler.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo
que você achou?
Meta o dedo
Deixe seu comentário