Postagem em destaque

Manaus- Casal de pastores é preso suspeito de matar homem que mantinha amantes em igreja

Segundo a polícia, a vítima mantinha relacionamento com duas mulheres casadas membros da mesma igreja. Elas contaram tudo aos respectivos ...

Os melhores presentes para sua mãe

Copa do Mudo

quinta-feira, maio 17, 2018

Lobo da Amazônia empata e conquista o bicampeonato da Copa Verde

Foi uma noite memorável que vai ficar para historia dos torcedores paraenses

Pedro Carmona corre para comemorar o gol do título do Lobo da Copa Verde.

 (Foto: Jorge Luiz / Paysandu)

Com mais de 30 mil torcedores, o Paysandu conquistou o título de bicampeão da Copa Verde de forma invicta, ao empatar em 1 a 1 diante do Atlético-ES, no estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, em Belém, na noite desta quarta-feira (16). O título garantiu ao Paysandu, a vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil de 2019.

Com a Fiel formando um belo mosaico, a festa foi iniciada antes da bola rolar, porém com o apito do árbitro, o Paysandu encontrou na ansiedade, o seu maior adversário e com isso, as chances de gol foram poucas. A primeira boa oportunidade foi no chute de Victor Lindenbergh, que chutou em cima do goleiro Bambu.

Aos poucos, o time capixaba tocava a bola e chegou de forma objetiva a área bicolor: aos 39 minutos do primeiro tempo, Eraldo usou a cabeça e abriu o placar para o Atlético-ES.

Com o gol sofrido, os jogadores do Paysandu sentiram o peso da responsabilidade da final e foram para a etapa final mais objetivos. As mudanças processadas pelo técnico Dado Cavalcanti levaram o Papão ao ataque em busca do gol do alívio.

E ele saiu aos 27 minutos: Pedro Carmona recebeu no bico da grande área e tirou do goleiro para marcar um golaço, que explodiu a torcida bicolor no Mangueirão.

A partir daí, o Papão tocou a bola e esperou pelo apito do gaúcho Anderson Daronco. Depois disso, os jogadores do Paysandu festejaram com a torcida a conquista do bicampeonato da Copa Verde, depois de dois anos e de forma invicta, com uma campanha de seis vitórias e dois empates.

Agora, o Paysandu volta as atenções para a Série B e no sábado (19), o Lobo enfrenta o São Bento-SP, no estádio da Curuzu, em Belém.

FICHA TÉCNICA

PAYSANDU: Renan Rocha; Edimar, Perema e Diego Ivo; Matheus Silva (Maicon Silva), Nando Carandina, Renato Augusto e Victor Lindenbergh (Matheus Muller); Cassiano, Mike e Moisés (Pedro Carmona).

Técnico: Dado Cavalcanti

ATLÉTICO-ES: Bambu; Paulinho, Kleber Viana (Pedrão), Rhayne e Marcos Felipe; Junior Santos (Henrique), Araruana e Fabiano; Pikachu (Bruno), Eraldo e Franklin.

Técnico: Zé Humberto

ÁRBITRO: Anderson Daronco (FIFA-RS)

ASSISTENTES: Alessandro Alvaro Rocha (FIFA-BA) e Tatiane Santos Camargo (FIFA-SP)

CARTÕES AMARELOS: Diego Ivo (PSC); Junior Santos, Franklin e Pedrão (CAI)

RENDA: R$ 1.239.000

PÚBLICO PAGANTE: 28.900

PÚBLICO TOTAL:35.000

LOCAL: estádio Mangueirão / Belém (PA)



(Diego Beckman/DOL)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo
que você achou?
Meta o dedo
Deixe seu comentário

Flash

pague seguro

Logotipos de meios de pagamento do PagSeguro