Postagem em destaque

Nélio assina Ordem de Serviço para a 2ª etapa da Praça de Eventos

Assinada a Ordem de Serviço para 2ª etapa da Praça de Eventos O Prefeito de Santarém Nélio Aguiar e o secretário Municipal de Infraest...

Flash

Poderá gostar também de:

Participe

Quem achou interessante

segunda-feira, maio 01, 2017

Emoção e homenagens marcam despedida do cantor Júnior

O cantor foi assassinado com três tiros na noite de sábado (30) em Codajás

 Janailton Falcão

Dezenas de amigos, familiares e fãs se reuniram na manhã desta segunda-feira (1º), na quadra da escola de samba Mocidade Independente de Aparecida, na Zona Sul, para dar o adeus ao cantor Melvino de Jesus Júnior, da Júnior e Banda, assassinado com três tiros na noite do sábado (30), no município de Codajás (distante a 240 km de Manaus).



O corpo do cantor foi enterrado na tarde desta segunda no cemitério Tarumã – Reprodução

Durante o velório, homenagens, orações e muitas coroas de flores emocionaram os familiares. O amigo Elias Negreiros, que tocou ao lado de Júnior por mais de seis anos em bandas como Orion e Embaixadores, falou da perda. “A gente está muito triste com essa situação, mas estou aqui para honrar o meu companheiro”, disse.

De acordo com Lívia Mota, ex- mulher e mãe de duas filhas do cantor, uma equipe de investigação da Polícia Civil já estaria indo para município de Codajás para cuidar do caso. “Não sei se ele recebia ameaças, mas dois dias antes da viagem ele ligou para falar com minhas filhas e lembrar que se acontecesse algo com ele, elas estariam amparadas. Até agora o que sei é que uma equipe de investigação está indo para lá” disse.

Ainda durante o velório, a mãe de Júnior passou mal e precisou ser retirada do local. A atual esposa do cantor, mãe e irmãos preferiram não gravar entrevistas. O corpo foi enterrado na tarde desta segunda, no cemitério Parque Tarumã, Zona Oeste de Manaus.

Segundo testemunhas, um homem, ainda não identificado, atirou contra Júnior em frente a um hotel, onde outras três pessoas também foram atingidas. Ainda não há informações oficiais sobre o motivo do crime.

Junior estava em Codajás para participar da Festa do Açaí e, após sua apresentação, foi baleado pelo menos três vezes, quando estava chegando ao hotel, onde estava hospedado. O cantor morreu no local e as outras três vítimas foram conduzidas à Manaus, por meio de lancha, para receber atendimento médico e não correm risco de morte. A polícia investiga a motivação para o crime.

Laize Minelli

EM TEMPO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo
que você achou?
Meta o dedo
Deixe seu comentário