Postagem em destaque

(STF) decidiu enviar a segunda denúncia contra o presidente Michel Temer à Câmara dos Deputados

Maioria do STF vota pelo envio de denúncia sobre Michel Temer à Câmara O placar da votação está em 6 votos a 1 pelo envio, contrariando ped...

Grupo do Blog

Informatica

Beile Paraense

Beile Paraense

sexta-feira, julho 15, 2016

Polícia apreende 24 quilos de maconha em porão de embarcação

As drogas estavam escondidas dentro de três sacos de farinha, no porão do barco.
Em Coari, polícia apreende 24 quilos de maconha em porão de embarcação
Postado por Yndira Assayag 

  foto: divulgação
Após denúncia, homens da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Coari (distante 363 quilômetros de Manaus) apreenderam, nesta quinta-feira (14), 24 quilos de maconha em uma embarcação que havia saído do porto de Tefé, no dia anterior, com destino a Manaus.

De acordo com o delegado Mauro Duarte, servidores do 5º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Coari teriam recebido informações de que a droga estaria escondida no barco e, de imediato, foram deslocados até o porto para averiguar a ocorrência.

“As drogas estavam escondidas dentro de três sacos de farinha, no porão do barco. Foram encontrados 38 tabletes de substância entorpecente com aspecto de maconha prensada. A mercadoria ilícita estava embalada em três sacolas transparentes, dentro das sacas de farinha”, explicou Mauro Duarte.

Segundo o titular da DIP de Coari, a proprietária da embarcação afirmou não ter conhecimento da droga. “Ela argumentou que um indivíduo desconhecido teria deixado a mercadoria em Tefé, por volta das 11h, e que a mesma seria retirada em Manaus por uma mulher conhecida como ‘Maria’. De acordo com ela, não é exigida documentação para identificar quem entrega ou recebe os produtos na embarcação”, declarou a autoridade policial.

O delegado ressaltou que as investigações em torno do caso irão continuar, a fim de localizar os responsáveis pela mercadoria ilícita.

Com informações da assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo
que você achou?
Meta o dedo
Deixe seu comentário