Postagem em destaque

Eduardo Braga é acusado de receber propina da JBS

Segundo depoimento do executivo Ricardo Saud, Eduardo Braga e mais quatro senadores receberam R$35 milhões do PT Em matéria veiculada no ...

Flash

Poderá gostar também de:

Participe

Quem achou interessante

quinta-feira, março 02, 2017

Ex-presidiário é morto com 12 tiros

                              O homem morreu no mesmo lugar onde jogava baralho – Divulgação
 

O ex-presidiário Paulo César Barros da Silva, 26, foi assassinado com pelo menos doze tiros, sendo 9 na cabeça e três no peito, na tarde desta quinta-feira (2), na rua Óscar Borel, no bairro Compensa 2, Zona Oeste de Manaus, enquanto jogava baralho com amigos.


Os policiais fizeram a perícia e investigam o caso – Divulgação

De acordo com policiais militares da 8ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), dois homens – ainda não identificados – se aproximaram da vítima, que estava com o grupo de conhecidos, e dispararam várias vezes em sua direção.

“Estamos em patrulhamento quando percebemos uma concentração de pessoas e fomos averiguar a situação. Chegando lá vimos o homicídio. Segundo testemunhas, dois homens chegaram a pé e atiraram nele. Foram 12 tiros no total”, relatou o cabo PM Custódio Bedido.

As outras pessoas que estavam no local saíram correndo e não ficaram feridas.

Paulo César estava vestido com a camisa do Manaus Compensão, time do bairro e financiado pela facção criminosa Família do Norte (FDN). O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) nem chegou a ser acionado, pois o ex-presidiário morreu no local, ainda sentado na cadeira de plástico onde estava quando o suspeito se aproximou.

Ainda de acordo com os policiais, o atirador saiu andando a pé pelo bairro após o crime. Equipes fazem buscas na área para efetuar a prisão.

O Instituto Médico Legal (IML) fez a remoção do corpo e a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (Dehs) vai investigar o crime.

Bruna Souza e Luís Henrique Oliveira

EM TEMPO



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo
que você achou?
Meta o dedo
Deixe seu comentário