Postagem em destaque

Mentor da morte de técnica de enfermagem tinha briga com filho da vítima

Segundo o delegado Juan Valério, Lessandro Leal de Lima havia se envolvido em uma briga com o filho de Corina no dia 27 de maio e desde en...

Flash

Poderá gostar também de:

Participe

Quem achou interessante

segunda-feira, março 13, 2017

Após matar a própria mãe Jurunas é degolado em presidio

Detento que matou a mãe a facadas é decapitado no presídio de Santarém. Antônio Guimarães foi morto por outros presos na noite de domingo (12). Detento matou a mãe, de 56 anos, no Dia Internaional da Mulher, 8 de março.

Detento diz que não sabe a razão de ter esfaqueado a mãe (Foto: Dominique Cavaleiro/G1)

O detento Antônio Sergio Guimarães, vulgo Jurunas, que matou a própria mãe a facadas na última terça-feira (7) no bairro do Livramento foi decapitado por presos em uma das alas do Centro de Recuperação Agrícola Silvio Hall de Moura, na noite de domingo (12), em Santarém, no oeste do Pará. Um grupo de presos conseguiu arrancar os ferros e abriram os cadeados da cela de medida disciplinar da ala onde ele sofreu várias agressões.
saiba mais
Detento tem saída temporária, e mata a mãe em Santarém.

De acordo com informações da Polícia Militar (PM), o detento estaria jurado e vinha recebendo várias ameaças de morte por outros presos. O crime aconteceu durante um possível princípio de rebelião. Antônio Sérgio estava lotado no pavilhão 1, na ala A quando foi encontrado morto.

O Instituto Médico Legal (IML) esteve no presídio e fez a remoção do corpo do local. Ainda segundo a PM, militares foram até a casa da família do detento informar sobre a morte do preso, os parentes se recusam a velar o corpo na casa que pertencia à mãe de Antônio.

Em nota, a Susipe informou que Grupo Tático Operacional (GTO) foi acionado no momento do ocorrido. Serão abertos Processos Administrativos Disciplinares e um inquérito para apurar a autoria do crime.

Dona Maria Dilma Santos de Sousa, tinha 56 anos (Foto:
Reprodução/TV Tapajós)

O crime
De acordo com informações de familiares, o crime aconteceu na casa da vítima, quando Antônio chegou ao local visivelmente alcoolizado e sob efeito de drogas. O detento e a mãe, Maria Dilma Santos de Sousa, de 56 anos tiveram um desentendimento após a vítima tentar alertar o filho sobre a presença dele em bares no período da saída temporária. Durante a discussão, ele pegou uma faca e desferiu vários golpes contra a vítima.

Passagens pela polícia

De acordo com a polícia, Antônio Sérgio, ou "Jurunas" como é conhecido, já era um "velho conhecido da polícia" pela prática de crimes em Santarém. Há um ano e oito meses, Antônio tentou roubar uma moto e efetuou três tiros contra a vítima, que trabalhava como motaxista.
Do G1 Santarém/tucuximy

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo
que você achou?
Meta o dedo
Deixe seu comentário