Postagem em destaque

Luciana Gimenez chama atenção com foto provocante

Ousada que só ela, a apresentadora Luciana Gimenez esbanjou sensualidade em um registro compartilhado nas redes sociais. Aos 47 anos de id...

Flash

Poderá gostar também de:

Participe

Quem achou interessante

domingo, fevereiro 12, 2017

Após quatro anos, Spider volta a vencer no UFC

Após mais de quatro anos, Anderson Silva, 41, voltou a vencer no Ultimate Fighting Championship (UFC). Na deste domingo (12), no Brooklyn, o ‘Spider’ travou duelo equilibrado contra Derek Brunson, evitou as tradicionais brincadeiras e garantiu o triunfo por decisão unânime dos juízes (com parciais 29/28, 29/28, 30/27). Após a luta, o veterano de 41 anos foi reverenciado pelo adversário, se emocionou no momento da entrevista, foi às lágrimas e desabafou.

(Foto: Divulgação/UFC)

“Primeiramente, obrigado a todos. Obrigado pelo apoio. Estou muito feliz. Venho trabalhando duro há muito tempo para lutar aqui. Coloco sempre o meu coração. Às vezes, eu tenho dor nas pernas, nas costas. Às vezes, eu procuro minha família e falo que vou treinar por três ou quatro meses. Quando luto, eu tenho a intenção de proporcionar o meu melhor a todos. Desculpem, porque sei que estou muito velho para lutar. Os novos caras são muito fortes, muito rápidos, mas boto meu coração, porque a luta é a minha vida”, declarou o astro, que entrou ao octógono com trilha sonora composta pelo próprio filho, Kalyl.

Com o resultado em Nova York, Anderson Silva emplaca a 34ª vitória em 43 apresentações em 20 anos de carreira. Já Derek Brunson amarga o segundo revés seguido no UFC, e o quinto em 21 combates no cartel.

Veja todos os resultados do UFC 208:

Card principal

Germaine de Randamie venceu Holly Holm por decisão unânime e ganhou o cinturão do peso pena

Anderson Silva venceu Derek Brunson por decisão unânime

Ronaldo Jacaré venceu Tim Boetsch por finalização no primeiro round

Glover Teixeira venceu Jared Cannonier por decisão unânime

Dustin Poirier venceu Jim Miller por decisão majoritária

Card preliminar

Belal Muhammad venceu Randy Brown por decisão unânime

Wilson Reis venceu Ulka Sasaki por decisão unânime

Islam Makhachev venceu Nik Lentz por decisão unânime

Rick Glenn venceu Phillipe Nover por decisão dividida

Ryan LaFlare venceu Roan Carneiro por decisão unânime

(Com informações do portal Superesportes)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo
que você achou?
Meta o dedo
Deixe seu comentário