Postagem em destaque

Professora exigia sexo para aumentar notas de alunos. Veja o vídeo!

Uma professora casada de Medellín, Colômbia, foi presa após acusações de que transava com alunos menores de idade e, em troca, dava notas ...

Olho do Boto

Grupo do Blog

Informatica

quarta-feira, janeiro 25, 2017

SINTEPP lança nota de repúdio contra agressão sofrida pela Profa. Maria Geuciane de Jesus Lopes.

 SINTEPP: NOTA DE REPÚDIO

O SINTEPP (Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará) subsede Santarém vem a público repudiar veementemente o ato brutal, violento, desumano e de tortura contra a Servidora Pública Estadual, Profa. Maria Geuciane de Jesus Lopes. Ato esse praticado pela família Serique, nas pessoas de Marilza Serique, Samai Serique e Saron Serique.
Foi uma ação extremamente violentadora contra a dignidade de uma pessoa, especialmente por se tratar de educadoras contra educadora e, portanto, uma severa perfídia à natureza humana e aos princípios sagrados da Constituição Federal do Brasil.
Assim, NÓS, trabalhadores e, especialmente, TRABALHADORAS da Educação Pública Estadual, expressamos com profundo pesar essa NOTA DE REPÚDIO contra essa brutalidade e sangria a uma trabalhadora da educação.
Sentimos porque somos humanos. Mas, também porque humanos somos, nos indignamos e repudiamos esse ato de violência e de tortura contra a ilustre Servidora Pública Maria Geuciane de Jesus Lopes.
SINTEPP A FAVOR DA VIDA E CONTRA TODO ATO DE VIOLÊNCIA!



Leia a repercussão do caso clicando abaixo

Mãe de vereador tortura professora em Santarém.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo
que você achou?
Meta o dedo
Deixe seu comentário