Postagem em destaque

Eduardo Braga é acusado de receber propina da JBS

Segundo depoimento do executivo Ricardo Saud, Eduardo Braga e mais quatro senadores receberam R$35 milhões do PT Em matéria veiculada no ...

Flash

Poderá gostar também de:

Participe

Quem achou interessante

quarta-feira, janeiro 25, 2017

Polêmica Filha diz que Michael Jackson foi assassinado

Paris Jackson diz estar certa de que seu pai, Michael Jackson, foi assassinado. É o que a garota conta em sua primeira entrevista, concedida à "Rolling Stone" e publicada nesta terça-feira (24).

A modelo de 18 anos afirma que o astro pop havia dito em várias ocasiões que forças anônimas o tinham jurado de morte. 

(Foto: Divulgação)

"É óbvio. Tudo aponta para isso. Isso soa como uma teoria conspiratória e como uma bobagem, mas todos os fãs verdadeiros e todos na família sabem disso. Foi uma emboscada", afirmou.

Durante a necropsia do artista, as autoridades de Los Angeles encontraram no corpo uma potente dose de um medicamento para ansiedade. O laudo levou o médico Conrad Murray à prisão por homicídio culposo.

À publicação, a garota ainda diz ter tentado se suicidar "múltiplas vezes" nos anos subsequentes à morte do cantor, em 2009.

Em suas declarações polêmicas, Paris revela ter lutado contra depressão e vício em drogas e diz ter sido molestada por um "completo estranho" aos 14 anos.

Ela também rebateu as alegações de que Michael Jackson não seria seu pai biológico. "Sempre será meu pai. Sempre foi e nunca deixará de ser", disse.

Paris, de pele branca, cabelo pintado de loiro platinado e olhos verdes, disse que as pessoas sempre pensam que ela é branca. Mas, segundo ela, sua aparência é uma mistura de raças e seu pai a introduziu na cultura afro-americana. "Me considero negra", afirmou.

Paris é filha do astro pop com a enfermeira Debbie Rowe, com quem ele foi casado por três anos durante a década de 90.

(FolhaPress)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo
que você achou?
Meta o dedo
Deixe seu comentário