Postagem em destaque

Mentor da morte de técnica de enfermagem tinha briga com filho da vítima

Segundo o delegado Juan Valério, Lessandro Leal de Lima havia se envolvido em uma briga com o filho de Corina no dia 27 de maio e desde en...

Flash

Poderá gostar também de:

Participe

Quem achou interessante

quinta-feira, janeiro 26, 2017

Lider do Governo Nélio Aguiar participa da questão dos tacógrafos

As multas de trânsito, aplicadas pela Policia Rodoviária Federal (PRF) a caminhoneiros que estão com o tacógrafo irregular, foi a principal pauta da reunião, realizada na manhã desta quarta-feira (25), na sede do MPF.

O vereador Henderson Pinto (DEM) e o vereador Alaércio Cardoso (PRP), estiveram representando a Câmara Municipal na discussão. Também participaram PRF, MPF, INMETRO, SETRANS e categoria de caminhoneiros de Santarém.
 A questão é que Santarém não tem empresa apta a realizar regularização dos tacógrafos, só existem postos em Marabá e Belém, o vereador Hendenson Pinto sugeriu a elaboração de um TAC entre PRF e INMETRO, averiguação de empresas que possam realizar o serviço no município e pediu um prazo até o fim do ano para esse processo e a aplicabilidade da PRF somente após esse período.

Leia Também

Mãe de vereador tortura professora em Santarém.
SINTEPP lança nota de repúdio contra agressão sofrida pela Profa. Maria Geuciane de Jesus Lopes.

 Sidmar Oliveira – Chefe da PRF em Santarém –Esclareceu que o procedimento de fiscalização do tacógrafo é feito por obediência a lei, por tanto obrigatória a aplicação de multa.


ENCAMINHAMENTOS

• Que o INMETRO apresente quais empresas tem interesse em implementar o serviço em Santarém e o prazo para essa instalação
• Que o SETRANS faça contato com as empresas para verificar a realização do serviço de forma temporária.
• E o comprometimento da PRF da suspensão da fiscalização dos tacógrafos (sem deixar de exercer a sua atribuição as demais irregularidades) até a data da próxima reunião para se chegar um consenso.
“Nós vamos suspender a aplicabilidade das multas, até segunda-feira, e após a manifestação do MPF, vamos nos posicionar em relação ao prazo que vamos deixar de fazer de fazer a cobrança desse quesito que é o tacógrafo, nos colocando também a disposição para elaboração do TAC” – afirmou Sidmar, chefe da PRF

A próxima reunião será realizada na próxima segunda-feira,dia 30 de janeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo
que você achou?
Meta o dedo
Deixe seu comentário