Postagem em destaque

Mentor da morte de técnica de enfermagem tinha briga com filho da vítima

Segundo o delegado Juan Valério, Lessandro Leal de Lima havia se envolvido em uma briga com o filho de Corina no dia 27 de maio e desde en...

Flash

Poderá gostar também de:

Participe

Quem achou interessante

quinta-feira, outubro 27, 2016

Mais um prefeito do PT é afastado do cargo, agora de Tomé-Açu

Prefeito reeleito Tomé-Açu, nordeste paraense, Josehildo Taketa Bezerra, mais conhecido como Zé Hildo Alves (PT), foi afastado do cargo após decisão judicial na última quarta-feira (26), por improbidade administrativa.




(Foto: TSE)


Veja a decisão:



Em maio, a Polícia Civil, o Ministério Público Estadual e a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa) deflagraram a operação Sucupira com objetivo de combater fraudes em licitações referentes a obras de reformas de escolas municipais localizadas na zona rural de Tomé-Açu, região nordeste do Pará. Ao todo, foram cumpridos 43 mandados judiciais, dos quais, 16 de condução coercitiva e 27 de busca e apreensão, em 30 locais, localizados na sede de Tomé-Açu e no distrito de Quatro Bocas, zona rural de Tomé-Açu; na sede de Paragominas; em Ananindeua e em Belém. Uma pessoa chegou a ser presa em flagrante, em Paragominas, com um arma de fogo ilegal em casa. Ela foi autuada em flagrante por posse ilegal de arma e liberada após pagamento de fiança.

Durante as investigações, foi constatado que o esquema de fraudes envolvia a Prefeitura de Tomé-Açu e empresas de fachada citadas nos processos de licitação como contratadas para reformar escolas municipais da zona rural do município. Uma das empresas licitadas pela Prefeitura, por exemplo, tem endereço em um local, em Tomé-Açu, onde está um mamoeiro, em frente a um terreno baldio.

(DOL)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo
que você achou?
Meta o dedo
Deixe seu comentário