Postagem em destaque

Nélio assina Ordem de Serviço para a 2ª etapa da Praça de Eventos

Assinada a Ordem de Serviço para 2ª etapa da Praça de Eventos O Prefeito de Santarém Nélio Aguiar e o secretário Municipal de Infraest...

Flash

Poderá gostar também de:

Participe

Quem achou interessante

sábado, maio 28, 2016

Pela segunda vez Alfredo Nascimento é citado na corrupção da lava jato

O nome do deputado federal Alfredo do Nascimento (PR-AM) voltou a aparecer na lista de políticos corruptos. Confira a integra abaixo.

Alfredo é citado de novo em corrupção na operação Lava Jato


O nome do deputado federal Alfredo do Nascimento (PR-AM) voltou a aparecer na lista de políticos acusados de corrupção em denúncia no âmbito das investigações da operação Lava Jato. Em 15 de março, o ex-senador Delcídio Amaral, expulso do PT, já tinha citado o parlamentar do Amazonas por corrupção.

Alfredo foi acusado por Delcídio de ser o articulador de “vários investimentos espúrios com governadores de estado de vários partidos” e de ser o arrecadador de propina para distribuir entre o PR e o PMDB.

Nesta sexta-feira, dia 27, a citação de Alfredo foi feita pelo ex-deputado federal Pedro Corrêa, do PP, em delação premiada ao juiz Sérgio Moro, que o mantém preso desde 2014.

A delação aparece em matérias de veículos da imprensa em todo o país, como a revista Veja, a TV Globo e os grandes jornais.

Nenhuma reportagem traz maiores detalhes do que teria dito Corrêa sobre a participação de Alfredo Nascimento em esquema de corrupção no Departamento Nacional de Infraestrutura (DNIT), órgão ligado ao Ministério dos Transportes.

Alfredo acabou exonerado do ministério por Dilma Rousseff (PT) em 2010, na “limpeza ética” que fez no seu governo com a demissão de sete ministros, seis deles acusados de corrupção.

A delação de Corrêa aguarda homologação do ministro-relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki. A de Delcídio já foi homologada.

O deputado do PR disse à Globo que já foi investigado pela Polícia Federal e Ministério Público e nada foi comprovado. E que vai processar Corrêa.

Em nota, o deputado rechaça as acusações e anuncia outras providências. Confira a íntegra da nota, enviada ao BNC pela assessoria de imprensa de Alfredo:

“Nota Oficial – Não há nada novo nessa delação. É uma denúncia antiga, na época em que fui ministro dos Transportes. Tudo já foi investigado à exaustão pela Polícia Federal e Ministério Público. Nada foi comprovado e fui inocentado. Mas para ganhar vantagens jurídicas, os delatores insistem em requentar essa denúncia. Já provei minha inocência e provarei todas as vezes que forem necessárias. Vou processar o senhor Pedro Corrêa por essa citação injusta e inverídica ao meu nome. Alfredo Nascimento”

Alfredo distribuiu ainda matéria publicada há dois anos no site JusBrasil para mostrar que já foi inocentado dessa denúncia. Leia a matéria.

Foto: Reprodução/perfil pessoal

Fonte: BNC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo
que você achou?
Meta o dedo
Deixe seu comentário