Postagem em destaque

Senadora Katia Abreu é expulsa do PMDB

A senadora é contrária às reformas da Previdência e trabalhista. O Conselho de Ética do PMDB decidiu expulsar da legenda nesta 5ª feira (2...

Olho do Boto

Grupo do Blog

Informatica

segunda-feira, setembro 29, 2014

Saiu do forno agora. Dilma aumenta vantagem sobre Marina em 1° e 2° turnos

 Dilma subiu, Marina caiu e Aécio experimentou uma melhora que, caso continue a tendência de queda de Marina, poderá colocá-lo de volta no 2° turno.

Fique Conectado

Participe pelo Whatsapp, seja nosso repórter virtual.
92 9486-7231
Saiu do forno a mais nova pesquisa presidencial CNT/MDA, concluída ontem (28), mas divulgada na tarde de hoje (29). A pesquisa acende um foguete na campanha do PT, derrama desalento na infantaria da seringueira e reacende a esperança da tucanada nacional.

É que a presidente Dilma subiu, Marina caiu e Aécio experimentou uma melhora que, caso continue a tendência de queda de Marina, poderá colocá-lo de volta no 2° turno.

> 1° turno estimulada



Os demais candidatos somam 2.3%. Os votos brancos e nulos somam 5,9%. Outros 6,4% não sabem ou não responderam.


Ao que demonstram todas as pesquisas de intenções de votos recentemente publicadas, há uma nítida tendência de recuperação do torque eleitoral de Dilma Rousseff em função do processo de anemia de Marina Silva, cujo provável diagnóstico é não estar conseguindo encaixar, sem perda de tutano, as bordoadas que vem tomando dos seus dois principais adversários, Dilma e Aécio.

Portanto, e a continuar a curva, a uma semana da eleição, não é incorreto arriscar estatisticamente que Marina chegue no domingo, dia da eleição, fora do 2° turno. Hoje, todavia, as probabilidades para ela permanecer na corrida final continuam maiores que 50%.

> 2° turno entre Dilma e Marina



> 2° turno entre Dilma e Aécio



A pesquisa foi realizada entre os dias 27 e 28 de setembro de 2014 e foram ouvidos 2002 eleitores. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais e o registro foi feito no TSE sob o código BR-00892/2014.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo
que você achou?
Meta o dedo
Deixe seu comentário